Vamos felicitar os portugueses que não fumam e celebrar a saúde

Vamos felicitar os portugueses que não fumam e celebrar a saúde

297
PARTILHE

 

Paulo Vitória;
Psicólogo e professor no Departamento
de Ciências Médicas da Universidade da Beira Interior

O fumo do tabaco continua a ser, em Portugal e no mundo, o principal factor evitável de doenças crónicas, perda de qualidade de vida e mortalidade prematura. Está relacionado com doenças cérebro-cardiovasculares, cancro, doenças respiratórias e diabetes. No nosso país são atribuídas cerca de 12.000 mortes por ano ao consumo de tabaco e à exposição ao fumo ambiental de tabaco.

Celebra-se a 17 de Novembro o Dia Nacional do Não Fumador. Este dia comemorativo foi criado por uma Resolução do Conselho de Ministros (Resolução n.º 35/84, de 11 de Junho), que, então, instituiu o Dia Mundial do Não Fumador. Curiosamente, o Governo Português apressou-se a marcar esta efeméride na sequência de uma recomendação aprovada em 1983 na 5ª Conferência Mundial Tabaco ou Saúde. Entretanto, o resto do mundo aderiu ao Dia Mundial Sem Tabaco (31 de Maio), promovido pela Organização Mundial de Saúde e Portugal tornou-se assim o único país do Mundo que tem um Dia do Não Fumador.

Na nossa perspectiva, o grande destaque desta efeméride será a sua finalidade. Ao contrário de outras datas comemorativas na área da saúde, que são dedicadas a doenças com o objectivo de aumentar o conhecimento da população sobre as mesmas, o Dia do Não Fumador serve para celebrar a saúde e felicitar todos os Portugueses que decidiram não fumar. Assim, 17 de Novembro é o dia de mais de 7 milhões de Portugueses que não fumam, participando activamente na preservação da sua saúde e na promoção da saúde de toda a população.

Comentários no Facebook