ALGARVE – RECUERDOS CALIENTES pelo olhar de Filipe da Palma

ALGARVE – RECUERDOS CALIENTES pelo olhar de Filipe da Palma

566
PARTILHE
Foto de Filipe da Palma / www.postal.pt (D.R.)
“É duvidoso que o turismo sirva a aproximação compreensiva dos homens e é certo que, para além de uma importante fonte de divisas estrangeiras, traz consigo vários malefícios. O turista olha com sobranceria o «indígena» que o serve, desloca-se em rebanhos, não tem iniciativa para descobrir os valores locais, tanto da natureza como da tradição. Esta sofre o mais rude embate, pois tudo tende a descaracterizar-se ou a imitar aquilo que foi espontâneo e desprezado. O custo de vida sobe e torna-se incomportável para os nacionais, sempre mal servidos onde prepondera a única clientela de interesse – os estrangeiros.”
  • Orlando Ribeiro, Portugal, o Mediterrâneo e o Atlântico, 6.ª ed., Livraria Sá da Costa, 1991

Filipe da Palma – Nascido em 1971, é natural de São Brás de Alportel

Em colaboração com o jornal POSTAL do ALGARVE, Filipe da Palma publica semanalmente imagens de e sobre o Algarve que, juntamente com pequenas frases e ou parágrafos, espoletem a reflexão acerca do território, acerca da Região.

Ser existente e fotógrafo «… tirar fotografias serve um propósito elevado: revelar uma verdade escondida, conservar um passado que desaparece. Mais ainda, a verdade escondida é frequentemente identificada com o passado que desaparece.»
  • Susan Sontag in Ensaios sobre fotografia
Facebook Comments
Advertisements

Comentários no Facebook