Maioria dos portugueses prefere ficar em casa na passagem de ano

Maioria dos portugueses prefere ficar em casa na passagem de ano

337
PARTILHE
A maioria dos inquiridos na região sul passa o fim de ano em festas na rua (Foto: D.R.)

Depois do Natal em família, são muitos os portugueses que começam a fazer planos para a passagem de ano.

De acordo com o inquérito Observador Cetelem, “a maioria dos portugueses prefere celebrar em casa (76%) ou na de familiares e de amigos. De referir que 49% dos portugueses não sabem quanto vão dispender na sua festa de Ano Novo e que 29% não pretende gastar mais que 100 euros nesta ocasião”.

De acordo com o inquérito Observador Cetelem, “a maioria dos portugueses (76%) opta por passar o fim de ano em casa, seja na própria (54%) seja na de familiares ou de amigos (22%). Esta preferência regista-se especialmente nas faixas etárias a partir dos 35 anos e na região de Lisboa e a sul do país”.

Os locais de diversão, como as discotecas e as festas na rua são a escolha de 4% dos portugueses e especialmente dos mais jovens (18 a 24 anos), residentes na região sul.

As celebrações de fim de ano num hotel (3%) são preferência nas faixas etárias entre os 45 e os 54 anos de idade. No fim da lista dos portugueses estão os restaurantes (2%), preferência dos residentes na zona Norte com idades entre os 25 e os 34 anos. Os restantes 10% admitem não ter planos para a noite de 31 de dezembro.

Os gastos médios poderão chegar aos 181 euros, embora quase metade dos portugueses (49%) não tenha ainda uma ideia do quanto deverá despender neste período. 12% irão gastar até 50 euros; 17% entre 51 e 100 euros; 9% entre os 101 e 150 euros; e 12% dos inquiridos mais de 151 euros.

Facebook Comments

Comentários no Facebook