O QUE FOI NÃO VOLTA A SER pelo olhar de Filipe da...

O QUE FOI NÃO VOLTA A SER pelo olhar de Filipe da Palma

521
PARTILHE
Foto de Filipe da Palma / www.postal.pt (D.R.)
Nos nossos dias, o predomínio dos métodos industriais de construção conduziu a uma simplificação do desenho no sentido da estandardização. A eliminação dos pormenores de “natureza local”, que se tornaram supérfluos por complicarem o uso das tecnologias de pré-fabricação, implicou o desaparecimento da própria identidade cultural que a evolução histórica e económica e as condicionantes físicas dos lugares imprimiam às suas formas arquitectónicas.
  • In Portugal – Património Cultural Popular – Helder Pacheco

Filipe da Palma – Nascido em 1971, é natural de São Brás de Alportel

Em colaboração com o jornal POSTAL do ALGARVE, Filipe da Palma publica semanalmente imagens de e sobre o Algarve que, juntamente com pequenas frases e ou parágrafos, espoletem a reflexão acerca do território, acerca da Região.

Ser existente e fotógrafo «… tirar fotografias serve um propósito elevado: revelar uma verdade escondida, conservar um passado que desaparece. Mais ainda, a verdade escondida é frequentemente identificada com o passado que desaparece.»
  • Susan Sontag in Ensaios sobre fotografia
Facebook Comments

Comentários no Facebook