Casal acusado pelo homicídio qualificado de vizinha em Silves

Casal acusado pelo homicídio qualificado de vizinha em Silves

395
PARTILHE
Arguidos terão cometido o crime e simulado um assalto à casa da vítima (Foto: D.R.)

O Ministério Público acusou um homem e uma mulher por terem alegadamente cometido um crime de homicídio qualificado contra uma vizinha desta, em Silves, anunciou o Departamento de Investigação e Acção Penal de Faro.

A acusação acredita que o homem, de 73 anos, ajudou a outra arguida, de 58, a consumar um plano que acabou com a morte a tiro de uma vizinha, com quem a mulher tinha problemas, e a posterior tentativa de encobrimento do crime, explicou o Ministério Público (MP) num comunicado.

“Na noite de 18 para 19 de Dezembro de 2016, seguindo um plano que ambos delinearam, o arguido ter-se-á escondido próximo da casa da vítima, com quem a arguida mantinha um longo conflito de vizinhança, atingindo-a com nove tiros de carabina, causando-lhe a morte”, alega a acusação.

Depois de cometido o crime de homicídio, segundo o MP, os “arguidos simularam, de seguida, um assalto à casa da vítima, queimaram as roupas do arguido e atiraram ao mar, numa falésia de Sagres, a arma e os projécteis utilizados”, sustenta ainda a acusação.

O Ministério Público sublinhou que o homem está em prisão preventiva, enquanto a mulher aguarda o decorrer do processo obrigada a termo de identidade e residência.

A mesma fonte salientou ainda a importância da colaboração entre a secção de Silves do Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro e a Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Portimão, para poder avançar com a acusação neste caso.

Facebook Comments
Advertisements

Comentários no Facebook