Gala do Desporto 2019 distingue atletas de Tavira

Gala do Desporto 2019 distingue atletas de Tavira [fotogaleria]

616
PARTILHE

O município de Tavira é um município intimamente ligado ao desporto e, como tal, aposta bastante na dinamização desta área, organizando diversas actividades inerentes à prática desportiva. Exemplo disso foi a Gala do Desporto – Município de Tavira 2018, que se realizou no dia 1 de Fevereiro, no Pavilhão Municipal Dr. Eduardo Mansinho.

O evento pretendeu premiar aqueles que mais se destacaram nas mais variadas áreas desportivas. Segundo o Município de Tavira, “hoje em dia, é fundamental que aqueles que gastam o seu tempo, muitas vezes prejudicando a sua vida profissional e familiar,aqueles que faça sol ou chuva, frio ou calor, mantêm uma prática desportiva regular e aqueles que de uma forma ou de outra elevam, promovem e divulgam a nossa terra, sejam de alguma forma recompensados e acarinhados com o nosso reconhecimento”.

A Gala do Desporto de Tavira é um evento que tem uma grande importância para a cidade.

Segundo o vereador do Desporto da Câmara Municipal de Tavira, José Manuel Guerreiro, “este evento tem uma importância muito grande para aquilo que é o desporto federado em Tavira. É um incentivo para todos aqueles que são candidatos à prática desportiva, e todos aqueles que praticam a actividade desportiva. Ao fim e ao cabo é o relatório dos resultados conseguidos durante o ano, neste caso, o ano de 2018, relativamente ao desporto federado. Vamos distinguir todos aqueles que conseguiram destacar-se a nível regional,nacional e internacional”.

A prática de actividade física tem benefícios notórios que são transversais a todas as faixas etárias. “Fazer actividade física é um contributo para o bem-estar das pessoas e para a saúde. E quanto mais saudáveis nós formos, penso que poupamos dinheiro ao Estado e estamos a fazer com que as pessoas tenham uma qualidade de vida muito melhor e até a própria longevidade também tem a ver com isso”, acrescentou ainda o vereador do Desporto.

Nesta gala foram distinguidos cerca de 300 atletas, dois agrupamentos escolares, três escolas, 19 clubes, associações e 25 modalidades desportivas, sendo algumas delas de desporto adaptado.

Quando questionado acerca da importância do evento, o presidente da Câmara de Tavira, Jorge Botelho, disse “que é um ponto de reconhecimento. O evento tem este espectáculo, tem um cenário fantástico, agradável.Vamos passar aqui um par de horas a reconhecer um espectáculo bonito, mas acima de tudo é um reconhecimento que o município faz àqueles que levam o nome de Tavira bem longe. Quando um autocarro de Tavira com os miúdos vai a algum sítio, nós estamos a promover a terra, os miúdos que nos representam, os menos miúdos que nos representam, têm orgulho em levar a bandeira da cidade, o símbolo da cidade, aquilo que é a grandiosidade de Tavira, quando estão em competição, pelo fairplay,pelo crescimento, pela saúde e pelos resultados desportivos.”

Tavira é uma cidade que contempla diversas actividades desportivas, como é o caso do andebol, natação, lutas, ciclismo, patinagem artística, futebol de formação, entre outras.

O autarca afirmou ainda que “Tavira dentro desta área de captação de jovens para o desporto, que é o objectivo do município está a trabalhar bem. Porquê? Nós temos três vertentes: uma que é o desporto escolar, que é aquilo que se faz nas escolas.Depois temos o desporto federado, que é aquilo que os jovens das escolas praticam nos clubes, tanto a nível individual como em equipas, e que nós achamos que é um crescer no desporto com um apoio municipal. A câmara disponibiliza gratuitamente aos clubes instalações, transportes, algum dinheiro. Toda uma parafernália de facilidades para que o desporto aconteça. E depois temos um programa de desporto para todos, com 2.500 pessoas. Cerca de 10% da população tem um programa desportivo gratuito, que tem nove modalidades que é o Viva Mais e o Põe-te a Mexer, que em 2009 quando eu cheguei à câmara tinha cerca de 300 pessoas a aderir, e hoje já são mais de 2500 pessoas“.

Sublinhou ainda que “a ideia é envolver a população num programa desportivo, independentemente da idade, obviamente vocacionado em determinadas partes para resultados” e que “o fundamental como político e presidente de Câmara é que os jovens e os menos jovens adiram e que cresçam com uma actividade desportiva, obtendo resultados. É também importante para a saúde, para a eliminação de doenças e para aquilo que é a mobilidade. O objectivo é tirar as pessoas de casa, tanto na componente mais idosa, como na componente mais jovem”.

As distinções do ano, à excepção do Mérito Desportivo, Ética no Desporto e Alto Prestígio foram feitas por um júri constituído por nove membros,nomeadamente dois membros da Câmara Municipal de Tavira, um membro do IPDJ, um membro da DGEST – Direcção-Geral dos Estabelecimentos Escolares/DSR Algarve, dois membros de Agrupamentos Escolares (um por cada agrupamento) e três membros da comunicação social.

Segundo o director regional do Instituto Português do Desporto e Juventude, Custódio Moreno, “hoje vão estar aqui aqueles que foram ao pódio, mas para eles irem ao pódio, há muito trabalho de formação, e é importante não esquecer que o desporto se faz com todos. E esta é uma festa da inclusão, da igualdade de género, do desporto, e não tem de ser só do pódio. Esta é uma festa do prazer e do lazer”.
Afirmou ainda que “não podemos esquecer que o desporto é isso mesmo, é muita ocupação de tempos livres e, para além da saúde e convívio, existe a formação. Não tenho dúvidas de que um concelho como este, amigo do desporto, é muito mais forte, é muito mais solidário e é um concelho com futuro. Porque o desporto faz com que a sociedade se desenvolva. O desporto merece ser saudado, elogiado. Esta gala é isso mesmo, mostrar a qualidade e a excelência dos atletas. E Tavira está ao mais alto nível”.

O POSTAL quis saber se Tavira iria continuar a apostar no desporto e nas infrastruturas e o edil respondeu que “a componente desportiva é essencial para que haja uma dinâmica, uma identificação com a terra, para que nós combatamos as doenças, e para que nós possamos crescer saudáveis e viver mais tempo. Essa é uma componente. Os resultados são bons para o crescimento com objectivos. E, obviamente, aquela competitividade saudável que deve existir. Mas para que isso possa acontecer têm de existir apoios, reconhecimento e investimento no parque das infraestruturas”.
O presidente da Câmara explicitou ainda que “o primeiro mandato foi muito difícil, o segundo foi melhor e este acho que ainda vai ser melhor. Mas ao longo deste tempo, e principalmente no útimo mandato e neste, nós temos vindo a apostar nas infraestruturas desportivas. Fazer infraestruturas não é só fazer de novo, nós temos de manter. Muitas vezes as pessoas têm a ideia, mas cada vez menos depois desta crise, que fazer obra é fazer novo, eu digo que fazer obra é reabilitar o que temos, é adaptar aos nossos tempos e necessidades, e fazer novo aquilo que nós não temos ainda”.

Quanto às infraestruturas,” nós ao longo destes anos reabilitámos este pavilhão, que está muito mais bonito. Fizemos um campo de futebol ao lado, reabilitámos uns campos de ténis aqui ao lado, onde houve inclusivamente um evento de ténis. Abri há dois dias as propostas para a reabilitação das piscinas, que vai custar cerca de milhão e meio. São as mesmas piscinas, mas completamente novas. E, obviamente, que estamos a trabalhar no campo desportivo, o campo de futebol da Bela Fria, e existe todo um conjunto de infraestruturas que temos vindo a melhorar, tanto aqui como dentro das escolas. Ter instalações adequadas, meios adequados para que se possa ter melhores condições para a prática desportiva”.

O POSTAL não só quis saber a opinião por parte da comissão organizativa, como também dar voz aos atletas que receberam as distinções. E falou com dois atletas que foram premiados nessa noite.

Duarte Viegas conquistou o título de veterano 1, na vertente de 400 metros veteranos, e disse “espero continuar e acima de tudo promover o desporto. Esta gala está muito bonita e acho que devem continuar. É uma forma de promover Tavira. Esta cidade tem atletas bons e há sempre mais para fazer e evoluir”.

Por sua vez, Mário Torrinha pratica triatlo e duatlo e é atleta no Clube de Vela de Tavira. Referiu ao POSTAL que “é campeão regional de duatlo de estrada, vencedor do circuito de estrada em triatlo e vencedor do circuito algarvio de duatlo cross que é com bicicleta btt”.

Quanto ao trabalho da câmara, afirmou que “tem feito um bom trabalho ao nível geral do desporto, a apoiar os clubes e certamente termina sempre o ano com uma gala espectacular, que é esta gala e que no fundo vai distinguir o esforço que os atletas tiveram ao longo do ano e é de louvar o bom trabalho que eles fazem no desporto”.

Questionado sobre a actividade, não podia deixar de apontar que “a modalidade em concreto é espectacular porque combina três desportos diferentes: temos de nadar, correr e andar de bicicleta. Temos de ser equilibrados nas três vertentes para termos bons resultados e é recomendável para qualquer pessoa, de qualquer idade. Podemos começar a praticar triatlo desde jovens até aos 80 anos.

LISTA DE PREMIADOS:
Paulo Francisco – Prémio Desporto Escolar 2018, na modalidade Boccia do Agrupamento de Escolas Dr. Jorge Augusto Correia;

Equipa de Andebol adaptado do Clube de Vela de Tavira / Fundação Irene Rolo – Prémio Desporto Adaptado 2018;

Beatriz Guerreiro – Prémio Atleta Revelação Feminino 2018 – Ginásio Clube de Tavira;

Ruben Simão – Prémio Atleta Revelação Masculino 2018 – Clube de Ciclismo de Tavira;

Beatriz Viegas – Prémio Atleta Feminino 2018 – Natação – Sporting Clube de Portugal;

Tomás Luis – Prémio Atleta Masculino 2018 – Ténis – Centro de Ténis de Faro;

Nentcho Dimitrov – Prémio Treinador 2018 – Clube de Ciclismo de Tavira;

Equipa de Veteranos femininos de Estafeta 4 x 100m (Atletismo) – Prémio Equipa Feminina 2018 – Clube Recreio e Desportivo Santa Luziense;

Equipa Júnior de Ciclismo- Clube de Ciclismo de Tavira – Prémio Equipa Masculina 2018;

Tiago Pires – Prémio Dirigente do Ano – Clube de Ténis de Tavira;

Associação Recognitiva Talentalidade Excepcionada (ARTE) – Prémio Clube 2018;

José Mauricio Correia – Prémio Ética no Desporto 2018;

Dimas Pinto – Prémio Alto Prestígio Entidade – Associação Portuguesa de Gestão do Desporto (APOGESD);

Vasco Motta – Prémio Alto Prestígio –Personalidade Desportiva;

Em suma, a autarquia tavirense reforçou que é importante “incentivar para que as coisas possam acontecer e obviamente haver esta relação entre o poder autárquico e o presidente da Câmara, os vereadores, os presidentes de junta, os executivos, família, treinadores e a comunidade desportiva em geral”.

(Stefanie Palma / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook