Petição “ArmadilhasNÃO” combate a captura ilegal de aves

Petição “ArmadilhasNÃO” combate a captura ilegal de aves

532
PARTILHE
As armadilhas de mola matam indiscriminadamente qualquer ave que nelas caiam (Foto: D.R.)

A Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) lança a petição “ArmadilhasNÃO” com o intuito de proibir o fabrico, posse e venda de armadilhas, propondo ainda que seja proibida a apanha da formiga d’asa, cujo único uso é como isco nesta actividade ilegal.

Segundo um estudo realizado pela SPEA em 2014, “40 mil aves selvagens foram mortas em Portugal e 10.000 capturadas para colocar em gaiolas. A lei, actualmente em vigor, já proíbe a captura de aves selvagens, no entanto, a não-proibição dos meios de captura, aliada à difícil detecção e investigação destes crimes, acabam por permitir a sua impunidade”.

Desta forma, “proibir o fabrico, posse e venda destes aparelhos é fortalecer a lei”, diz Joaquim Teodósio, coordenador do Departamento de Conservação Terrestre da SPEA.

A SPEA apela aos cidadãos portugueses que assinem a petição, que está disponível online, para que as propostas de alteração à lei sejam discutidas pela Assembleia, a fim de garantir um combate mais efectivo à captura ilegal de aves selvagens em Portugal.

 

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook