Portimonense quer inverter ciclo negativo e vencer o Desportivo das Aves

Portimonense quer inverter ciclo negativo e vencer o Desportivo das Aves

330
PARTILHE
António Folha acredita que o Portimonense pode inverter o ciclo de resultados negativos das últimas quatro jornadas (Foto: Filipe Farinha / Stills)

O treinador António Folha assegurou que o Portimonense vai lutar pela vitória na recepção ao Desportivo das Aves, no sábado, em jogo da 23.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, invertendo o ciclo de quatro derrotas consecutivas.

“Pelo facto de jogarmos em casa, não quer dizer que tenhamos os pontos conquistados, mas depois dos resultados negativos nas quatro últimas jornadas, temos trabalhado muito para inverter essa situação”, disse o treinador dos algarvios.

António Folha falava na conferência de imprensa de antevisão do encontro que opõe o Portimonense, 10.º classificado, com 27 pontos, ao Desportivo das Aves, 16.º, com 21, marcado para sábado, às 18 horas, no Estádio Municipal de Portimão.

Na opinião do treinador, a equipa da Vila das Aves “tem um jogo muito competitivo, o que indica que não será um confronto fácil, até porque, nesta altura do campeonato as equipas querem ganhar o máximo de pontos possíveis para atingirem os seus objetivos”.

“Nesta altura os pontos são cada vez mais difíceis de conquistar porque se começa a definir os lugares na tabela, mas estamos preparados e cientes das dificuldades que vamos encontrar, perspectivando um jogo muito difícil e competitivo”, destacou.

António Folha acredita que o Portimonense pode inverter o ciclo de resultados negativos das últimas quatro jornadas, “porque os jogos são todos diferentes e os momentos variam”.

“Estamos numa posição em que mais de metade das equipas gostariam, mas queremos sempre mais pontos”, sublinhou.

O treinador dos algarvios adiantou à Lusa que “para este jogo já existem mais opções, depois da onda de castigos e lesões” que limitou a prestação da equipa, principalmente, na jornada anterior.

“Tenho mais e melhores opções para apresentarmos os que estão melhores para o jogo”, frisou o técnico, acrescentando que a equipa não deverá ser muito diferente da que foi utilizada no último jogo, “porque a equipa portou-se muito bem, foi competente ao realizar uma primeira parte muito boa que poderia ter sido traduzida num outro resultado”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook