UAlg estreita relações com Moçambique

UAlg estreita relações com Moçambique

394
PARTILHE
Lançamento do projecto BioFish (Foto: D.R.)

Com o objectivo de promover a investigação e o ensino de pós-graduação na Universidade do Algarve (UAlg), uma comitiva da academia deslocou-se a Moçambique entre os dias 17 e 25 de Fevereiro.

A deslocação da comitiva realizou-se no âmbito do projecto“Algarve is Our Campus – Study and Research in Algarve”, com o intuito de promover e reforçar a notoriedade e atractividade da Universidade do Algarve e da Região. Para atingir o seu propósito, o projecto serve-se da implementação de acções que visam a internacionalização e o consequente aumento do número de estudantes, docentes e investigadores internacionais.

A visita serviu ainda como ponto de partida para o lançamento do projecto BioFish, que visa a melhoria da qualidade de vida das comunidades de pescadores situadas no Estuário de Bons Sinais, em Zambézia. Este projecto conta com a coordenação do Centro de Ciências do Mar (CCMAR) da UAlg, sendo financiado pela Aga Khan Development Network e pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT).

O lançamento do projecto BioFish contou ainda com a presença de Cardoso Henriques Meque (diretor provincial da Zambézia), Fialho Nehama (diretor da Escola de Ciências do Mar e Costeiras – ESCMC), Francisco Leitão (coordenador do projeto BioFish e investigador CCMAR-UAlg), Alexandra Teodósio (vice-reitora UAlg e investigadora do CCMAR), João Encarnação (doutorando UAlg-CCMAR), bem como de inúmeros docentes e estudantes da ESCMC e de chefes das comunidades piscatórias locais.

Ao longo dos dias em que decorreu a visita, foram ainda realizados acordos que visam promover e intensificar a união da UAlg com as academias africanas, quer ao nível da formação avançada, quer nos projectos de investigação conjuntos na área do mar.

(Andrea Camilo / Cristina Mendonça)

Facebook Comments

Comentários no Facebook