Correios de Portugal enviam primeiro contentor de donativos para Moçambique

Correios de Portugal enviam primeiro contentor de donativos para Moçambique [fotogaleria]

517
PARTILHE

Os CTT – Correios de Portugal vão enviar o primeiro contentor de donativos dos portugueses para Moçambique já no próximo domingo, dia 31.

Os CTT estão a operacionalizar logisticamente o recebimento e envio dos donativos recebidos nas 538 Lojas CTT espalhadas pelo País. Esta iniciativa teve uma grande adesão por parte dos portugueses que, em menos de 24 horas, esgotaram as 200 mil embalagens solidárias disponibilizadas para esta iniciativa.

De avião seguiram cerca de 1,5 toneladas de donativos mais urgentes e os CTT prevêem o envio de três contentores de embalagens solidárias nas próximas três semanas.

Os donativos dos portugueses serão recebidos em Moçambique pelos Correios de Moçambique, parceiros da iniciativa, e encaminhados para o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), para posterior redistribuição pelas vítimas do ciclone. Esta operação nacional teve também o acompanhamento da Embaixada de Moçambique.

Miguel Salema Garção, diretor de marca, comunicação e sustentabilidade dos CTT, destaca que “os CTT estão a operacionalizar o envio dos donativos dos portugueses para Moçambique. É de louvar a enorme manifestação de solidariedade e apoio para com a população de Moçambique. Mais uma vez os portugueses mostraram que são um povo solidário e se unem em momentos de dificuldade para apoiar quem mais precisa. Os CTT vão continuar com a sua estratégia de responsabilidade social e cidadania empresarial, aproveitando a capilaridade da rede e a proximidade com as populações. Aproveito para deixar uma palavra de agradecimento e reconhecimento aos colaboradores dos CTT, em particular da Rede de Retalho e das Operações que abraçaram esta causa de forma exemplar, bem como, aos voluntários de diversas áreas que trabalharam com afinco para que tudo fosse desencadeado de forma eficiente”.

Os CTT agradecem a todos os portugueses que contribuíram para apoiar Moçambique, através das embalagens solidárias.

(SP/CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook