Loulé recebe colóquio “Denúncia e Humor” e espetáculo de dança

Loulé recebe colóquio “Denúncia e Humor” e espetáculo de dança

364
PARTILHE
O dueto irá estrear-se em Portugal com “Material Men Redux” (Foto: D.R.)

Um mês depois do arranque do ciclo antecomeço da 5ª edição dos “Encontros do DeVIR”, Loulé recebe, a 23 de março, duas iniciativas integradas no programa de 2019 deste evento: um colóquio e um espetáculo de dança em estreia nacional.

Entre as 15 e as 18 horas, o auditório da Casa Memória Duarte Pacheco recebe o Colóquio “Denúncia e Humor”, de entrada livre, conta com a presença Lídia Jorge (Portugal), escritora, Marika Bret (França), diretora de recursos humanos do jornal satírico “Charlie Hebdo”, Michel Kichka (Israel/Bélgica) e Vasco Gargalo (Portugal), ambos reconhecidos ilustradores/cartoonistas, membros da Cartooning for Peace.

Os convidados vão falar acerca das suas vidas, das suas obras e das suas visões acerca do mundo, procurando sensibilizar o público para as suas lutas diárias de consciencialização social.

Lídia Jorge é a voz capaz de contextualizar a obra de António Aleixo, sinalizando o que tem de corrosiva e humorada (Foto: D.R.)

Já à noite, a partir das 21:30 horas, apresenta-se em estreia nacional, no Cine-Teatro Louletano, mais um espetáculo de dança inserido nesta 5ª edição do Festival “Encontros do DeVIR”, organizado pela DeVIR/CAPa. Trata-se de “Material Men redux”, de Shobana Jeyasingh (Índia/Inglaterra), “uma coreografia que explora, de forma dinâmica e comovente, a violência da perda e da criação de novas formas de pertença e integração”, segundo nota de imprensa enviada ao POSTAL.

O dueto de bailarinos, artistas da diáspora indiana, escolheu dançar de forma muito diferente, adotando os contrastes de estilo, entre a dança clássica indiana e o hip-hop, partindo para uma exploração dinâmica do ritmo, do lugar e da história partilhada. Este trabalho apresenta uma banda sonora original composta pela australiana Elena Kats-Chernin e sonoplastia de Leafcutter John.

“Material Men redux” tem uma duração prevista de 60 minutos, sendo aconselhado para maiores de 10 anos de idade. O espetáculo tem um custo associado, por pessoa, de 5 euros.
Para mais informações e reservas os interessados podem contactar o Cine-Teatro Louletano.

(AC/CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook