MED é o festival que mais contribui para a sustentabilidade na Península...

MED é o festival que mais contribui para a sustentabilidade na Península Ibérica

162
PARTILHE

 

O Festival MED recebeu na passada noite, na cidade espanhola de Vigo, mais um Iberian Festival Award, desta vez na categoria de maior “Contributo para a Sustentabilidade” na Península Ibérica, precisamente na véspera de ser apresentada a sua 16ª edição.

“As medidas implementadas neste evento em 2018, e que reflectem aquilo que é a política do Município de Loulé para as questões ambientais e para a adaptação às alterações climáticas, foram distinguidas no contexto ibérico já que o MED levou a melhor não só sobre os concorrentes diretos portugueses mas também sobrepondo-se aos finalistas espanhóis”, explica a autarquia louletana em comunicado de imprensa.

Assim, de entre as boas práticas introduzidas no ano transacto ao nível da sustentabilidade ambiental e do uso eficiente de recursos destaca-se “a integração de energias renováveis no recinto, nomeadamente com a colocação em espaços de restauração de células fotovoltaicas (alimentadas a energia solar), uma medida financiada pelo Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente e premiada também por esta entidade com o ‘Sê-lo Verde'”.

 MED introduziu várias medidas amigas do ambiente

Por outro lado, na última edição do MED foi introduzido “um sistema de gestão de resíduos no espaço do recinto e implementadas acções para a sensibilização do consumo de água da torneira, nomeadamente através da disponibilização de pontos gratuitos e eficientes de água”.

A juntar a estas boas práticas, outras medidas já tinham alavancado o MED como evento amigo do ambiente, nomeadamente o copo ecológico que, desde 2014, permitiu reduzir drasticamente a produção de resíduos de plásticos durante os dias do festival, com benefícios claros em termos ambientais e na redução de custos, bem como a associação do MED ao Movimento Zero Desperdício, que tem permitido nos últimos anos o aproveitamento da comida confeccionada e não consumida pelos espaços de restauração, canalizando-a para instituições de solidariedade social e famílias carenciadas.

Depois de, em 2017 e 2018, o Festival MED ter arrecadado o prémio de “Melhor Festival de Média Dimensão” e, em 2018, ter sido distinguido com a Melhor Promoção Turística em Portugal, o evento algarvio volta a estar em destaque naquela que foi a 4ª edição dos Iberian Festival Awards.

Para Carlos Carmo, vereador do Ambiente e Eventos da Câmara de Loulé e director do Festival, “é um privilégio imenso poder receber este galardão em nome do Município, sobretudo numa categoria que está bastante presente no nosso trabalho autárquico, em que a matéria ambiental tem sido um dos principais eixos. Aliamos, da melhor forma, dois aspectos relevantes da Autarquia: as questões da sustentabilidade ambiental e a aposta num programa cultural e de eventos de referência”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook