Noiva de Fábio Mendes comove com declaração de amor

Noiva de Fábio Mendes comove com declaração de amor

21043
PARTILHE

Fábio Mendes, jogador do CS São João, faleceu em campo

Faleceu a fazer o que mais gostava, a jogar futsal. No passado sábado, durante o jogo com o Portimonense, Fábio Mendes levantou o braço mas acabou por cair de forma repentina. Uma paragem cardiorrespiratória tirou a vida ao jogador de 28 anos.

Fábio Mendes viveu apaixonadamente a vida e combinava essa paixão com uma imensa amizade que servia aos outros, referem notas públicas de homenagem à sua memória. O funeral realizou-se ontem, mas continuam as notas de pesar e de homenagem.

Esta noite, a noiva Inês Labela Forte dedicou-lhe um texto comovente. Ela, que o seguia sempre, assistiu à tragédia e confessa que quando o viu cair, percebeu que o tinha perdido.

A Inês, à família, aos colegas e amigos, deixamos aqui os sentidos pêsamos do jornal POSTAL do Algarve. Resta-nos homenagear a sua memória com a publicação da declaração de amor da sua noiva:

“Lembro-me como se fosse hoje a primeira vez que falamos como amigos, ambos numa fase menos boa da nossa vida…

Entraste na minha vida cheio de medos e receios, tantos como eu tinha contigo. Tantas conversas como amigos, tantos desabafos… Nasceu o nosso amor, nós sabíamos que era isso AMOR, e contra tudo e todos, que nos tentaram deitar abaixo, seguimos a nossa vida. Itália era o nosso entrave e tu fizeste com que não houvesse mais entraves na nossa relação. Ficaste em Portugal e começámos a viver um para o outro, um em função do outro…

Depois de tanto tempo a pensarmos em viver juntos (cedo demais para tanta gente) construímos a nossa casa. Tínhamos tanta pressa de ter o nosso canto, a nossa casa… Quando tivemos que mudar de casa, construímos tudo à nossa maneira, escolhemos tudo como queríamos…

Tantas vezes me chamaram louca porque querias que eu fosse contigo para todo o lado e eu ia, cheia de orgulho no meu amor. Não gostavas que te deixasse sozinho em casa, nem gostavas de me deixar sozinha e por isso querias tanto que eu treinasse à mesma hora que tu, ou que fosse à hora de almoço para estarmos juntos nos teus dias de folga…

Este fim de semana, ao contrário de todos os outros, em Ladoeiro, Boa Esperança, Cariense, …, onde fui e em que eu estava lá sempre, eu não queria ir.

Achava que iria ser uma viagem muito desgastante e que passaria a semana muito cansada. Insististe tanto e eu fui… Dormi tão mal noite anterior, com muita angústia, que não percebia de onde vinha… Mal podia eu adivinhar que seria a última vez que te via a fazer uma das coisas que mais gostavas.
Quando te vi cair percebi que te tinha perdido…. 💔

Já não vou receber mais aquelas mensagens de todos os dias: “bom dia amor da minha vida”, “bom dia mulher da minha vida”, “já te disse que te amo hoje?”, “não me estás a ligar nenhuma” quando passava mais de meia hora durante o dia sem te dizer nada…

Só te peço que me obrigues a dormir no teu peito como todas as noites fazia, que me aconchegues sempre que eu precise e que me dês o teu melhor sorriso todos os dias quando acordar. Prometeste que não me ias deixar nunca lembras-te?

Vou falar de ti como sempre falei, com os olhos a brilhar de orgulho na pessoa que és. Infeliz de quem não te conheceu verdadeiramente.
Amo-te, amoro-te com todas as minhas forças ❤️

Disse-te sempre que te ia proteger de tudo o que te fazia mal e que tu tantas vezes choraste no meu colo e disto não te consegui proteger disto amor, desculpa! Desculpa 😪

Não me esqueço que na noite de sexta para sábado me disseste que longe ou perto me amavas muito, mal sabia eu que o longe era bem mais longe que Portimão.
Estou a morrer de saudades tuas…
Com todo o amor da mulher da tua vida”.

Pode ler: Fábio Mendes, jogador do CS São João, faleceu em campo

Facebook Comments

Comentários no Facebook