Algarve recebe 1º Torneio Europeu de Ultimate de Praia

Algarve recebe 1º Torneio Europeu de Ultimate de Praia [fotogaleria]

514
PARTILHE

A Praia da Rocha, em Portimão, é o local escolhido para acolher pela 1ª vez o Torneio Europeu de Ultimate de Praia realizado em Portugal. É de 6 a 11 de maio que o areal algarvio se vai transformar em 14 campos de jogo para a disputa de mais de 400 partidas da modalidade, originalmente conhecida como Ultimate Frisbee.

Até ao momento estão inscritas 88 equipas de 22 países, num total de 1.350 atletas, que disputarão 8 categorias. A categoria mista será a mais disputada, com 18 seleções. Seguem-se a masculina e a de masters masculina, com 14 formações, e depois a de masters mista, com 12 equipas. Com a regra A do ratio entre atletas masculinos e femininos em vigor, será um ultimate de praia verdadeiramente misto.

Portugal vai estar representado por 4 equipas, nomeadamente nas seguintes categorias: masculina, mista, master mista e grand master masculina.

O Campeonato da Europa de Ultimate de Praia da WFDF 2019, em associação com a BULA, vai colocar frente a frente equipas de 5 jogadores. O Ultimate é um desporto que promove o ‘fair-play’, sem contacto físico e auto-arbitrado. Todos os jogadores são responsáveis por administrar e respeitar as regras.

“O Ultimate de praia ainda é uma modalidade relativamente jovem em Portugal, pelo que é natural que ainda não tenha alcançado o nível de outros países, mas acreditamos que este Europeu vai contribuir para a afirmação do desporto junto dos portugueses, principalmente das camadas mais jovens”, afirma Patrick van der Valk, da BULA, uma das entidades que organiza o evento, a par da Associação Portuguesa de Ultimate e Desportos de Disco (APUDD) e da Federação Mundial de Desportos de Disco (WFDF).

Foi precisamente pelas mãos de Patrick van der Valk e da sua mulher, Sofia Pereira, que o Ultimate de Praia chegou a Portugal, em 1995. Mas só no final dos anos 90 se faria o primeiro torneio, no Bar do Peixe, com cerca de 60 jogadores, quase todos vindos de fora.

O crescimento, nos primeiros anos, foi lento, mas aos poucos começaram a ser realizados torneios indoor, em relva, e na praia, e o jogo chegou a outras cidades. Em 2001, a primeira Seleção Portuguesa participou num torneio, em Espanha. Em 2004, Portugal foi anfitrião do primeiro Campeonato do Mundo de Ultimate de Praia (WCBU).

Desde então que a modalidade tem vindo a crescer e hoje conta com dez equipas em todo o País. No total, Portugal tem cerca de 250 jogadores, o que torna as posições conquistadas em competições internacionais ainda mais notáveis: 4º lugar na Divisão Mista do WCBU de 2011, seguindo-se resultados semelhantes no Campeonato da Europa de Beach Ultimate (ECBU) em 2013 e no WCBU de 2015.

A Associação Portuguesa de Ultimate e Desportos de Disco está empenhada em fazer o desporto crescer em Portugal e, nesse sentido, está a trabalhar com o Governo para que o Ultimate, juntamente com outros desportos, entre nos currículos das escolas e universidades portuguesas.

“No ano passado, tivemos três equipas nos campeonatos universitários, e este ano esperamos quatro ou cinco. Estamos a tentar firmar um protocolo com a Federação do Desporto Universitário para continuar a crescer, e estamos a tentar marcar uma reunião com a Secretaria de Estado e outras entidades importantes para lançar um folheto a explicar o que é o Ultimate”, refere o presidente da APUDD, José Pedro Amoroso.

Em 2016, o Ultimate foi reconhecido pelo Comité Olímpico Internacional (e poderá ser desporto olímpico em 2028); e, no ano passado, também pela Federação Internacional do Desporto Universitário e pela Federação Internacional de Desportos Escolares. Por cá, espera-se que o Campeonato Europeu de Ultimate de Praia contribua para o crescimento da modalidade entre os mais jovens.

Toda a informação sobre a competição disponível AQUI

(SP/CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook