“Gangue” acaba com a luta de cães e dedica-se ao resgate de...

“Gangue” acaba com a luta de cães e dedica-se ao resgate de animais

1589
PARTILHE

Um “gangue” de motoqueiros, com tatuagens intimidantes, estão a salvar centenas de animais nos EUA. Investigam casos de abuso de animais e dirigem-se aos proprietários de forma intimidatória. E assim convencem os proprietários a entregar seus animais ditos de estimação, adianta o site Portal dos Animais.

O “gangue” já fechou vários acordos de parcerias com abrigos de animais na última década, ajudando-os a se reabilitarem e a encontrarem uma nova família; cães, gatos, cavalos, aves e até cobras são beneficiadas pela ação.

Conheça a organização Rescue Ink e impressione-se com o trabalho voluntário

A Rescue Ink é uma organização sem fins lucrativos de proteção aos direitos dos animais que se originou de um grupo de voluntários em Nova York. A equipe é formada por motociclistas, ex-fisiculturistas, campeões de powerlifting, ex-militares, detetives da polícia e advogados.

“Algumas pessoas gostam de pensar em nós como super-heróis. A verdade é que somos super amantes dos animais (e seus protetores). Ao longo dos anos, e através de muitos casos investigados, obstáculos e francos desafios, continuamos fortes e dedicados à nossa missão.”

A Rescue Ink coopera com a polícia e diversas organizações públicas. Eles fazem tudo o que está ao seu alcance, dentro dos limites da lei, para proteger os animais de maus tratos e abusos. O trabalho deles depende totalmente de doações.

A equipe recebe cerca de 1.000 a 3.000 mensagens por dia de pessoas de todo o mundo solicitando ajuda, além de atenderem cerca de 250 chamadas por dia.

Durante a sua atividade, eles já salvaram centenas de cães, gatos, cavalos, galinhas, porcos e peixes. E uma vez, eles ainda salvaram uma jibóia de dois metros de comprimento.

Em entrevista ao jornal New York Times, os motoqueiros disseram que já lidaram com casos muito específicos: pessoas vendendo cães de raça pura para comprarem drogas, outras organizando lutas de cachorros (algo completamente ilegal nos EUA); e alguns indivíduos covardes já tentaram envenenar um gatil de gatinhos desabrigados. Uma vez, eles fizeram um relatório sobre um serial killer de gatos da Pensilvânia, que os matava indiscriminadamente por diversão.

Quando tinham provas suficientes para pegar um criminoso, a Rescue Ink acionava a polícia.

Os integrantes da Rescue Ink dedicaram todos esses anos ensinando adultos e crianças a fazê-los perceber que o abuso de animais é algo errado e perigoso.

Na maioria das vezes, os agressores são pessoas que possuem características semelhantes: são inseguros, impulsivos e implacáveis ​​porque têm problemas em casa ou em seus relacionamentos.

Os motociclistas acreditam que o abuso de animais é apenas o primeiro passo para essas pessoas. Mais tarde, porque sentem que não podem ser punidos, tornam-se mais seguros em praticar outros delitos e podem abusar de alguém: como uma criança, uma mulher ou uma pessoa idosa. É por isso que é tão importante prevenir todos os casos de abuso de animais.

Às vezes, os motoqueiros precisavam salvar animais de estimação cujos donos morreram e ninguém se importava com eles, deixando-os à mercê da fome. Em tais casos, eles contataram abrigos próximos e levaram os animais para lá por conta própria.

A própria Rescue Ink já teve um abrigo de animais. No entanto, o local fora destruído por um furacão.

Alguns cães são explorados para reprodução e vendidos como filhotes de raça pura. Nesse caso, denúncias chegaram à Rescue Ink e eles intervém.

Os motociclistas visitam as residências desses indivíduos e conversaram com eles. Se o dono não concordasse em entregar os pets, eles chamam a polícia. Na maioria das vezes, os animais são resgatados.

Em entrevista à Revista People , a equipe explicou que sua aparência é uma grande vantagem quando se trata de negociar com donos cruéis.

Eles podem aproxima-ser de um abusador facilmente, mais até do que a polícia. Seu olhar intimidador é a chave para ajudarem os animais.

O canal da National Geographic fez um reality show chamado Rescue Ink Unleashed, contando a história da ONG de motoqueiros

Todos os anos, cerca de 10.000 cães morrem como resultado de lutas organizadas ilegalmente. Todos os dias, há relatos de abuso de animais e não abuso físico direto, mas também indiferença dos proprietários às necessidades do animal. Organizações como a Rescue Ink dão esperanças de construir um mundo mais feliz.

Texto com base na tradução e adaptação do Portal do Animal, escrito por Gabriel Pietro, da matéria originalmente criada por Brightside.

Facebook Comments

Comentários no Facebook