POSTAL do ALGARVE associa-se às comemorações dos 45 anos da “Revolução dos...

POSTAL do ALGARVE associa-se às comemorações dos 45 anos da “Revolução dos Cravos”

233
PARTILHE

 

25 DE ABRIL – “Um povo sem memória não perpetua um país, preenche um espaço sem identidade” – Carlos Esperança (Foto: D.R.)

Nos 45 anos da “Revolução dos Cravos”, o “POSTAL do ALGARVE” associa-se às comemorações e irá publicar todos os dias, durante o mês de Abril, um texto ou poema alusivos ao 25 de Abril.

Uma iniciativa organizada por Rui Cabrita e que irá decorrer em simultâneo no jornal “Terra Ruiva”, do concelho de Silves.

 

 

45 anos passados ainda há quem não tenha entendido:

Reflexão de guerra, em tempo de guerra:

A guerra – A guerra é onde os contra-valores se apresentam como valores.

Fomo-nos habituando a ver a guerra como um espetáculo com os seus combates, bombardeamentos, destruições, mortos…………………………………………………………

Mas pior do que isso é a nossa maneira de avaliar esses acontecimentos, a ponto de justificarmos todas as acções destruidoras de pessoas como sendo um combate justo com um inimigo, que se torna uma entidade impessoal ameaçadora e sem rosto.

Convencemo-nos, ou deixamo-nos convencer que estamos a lutar para salvar grandes valores: os direitos históricos, a defesa duma civilização, a democracia, o dever de combater o terrorismo, até mesmo poupar muitas vidas com informações obtidas por torturas.

Todas as violências e destruições passam a ser feitas com a consciência em paz.

Os contra-valores mais destruidores ficam transformados em grande valores.

Paiva Boleo/1967

(CM)

 

Facebook Comments

Comentários no Facebook