Vamos valorizar a arte fotográfica na região

Vamos valorizar a arte fotográfica na região

412
PARTILHE

 

 

Vítor Azevedo;
Membro da ALFA – Associação
Livre Fotógrafos do Algarve

O Prémio Melhor Programação Cultural Autárquica, atribuído pela SPA à Câmara Municipal de Faro, foi um bom contributo para a pretensão da autarquia a Capital da Europeia da Cultura 2027.

Claro que para lá chegar será necessário desenvolver muito trabalho na área cultural, em parceria com muitas entidades, e particularmente com o associativismo local que trabalha em prol da cultura, da região e dos seus valores pessoais e patrimoniais.

Se em outras áreas culturais Faro tem crescido apresentando já uma significativa oferta, na área da fotografia Faro ainda não atingiu esse patamar.

Fotografia de rua em destaque no Festival Internacional Latitudes 21 em Huelva. Março 2019 (Foto: Eduardo Pinto)

A ALFA – Associação Livre Fotógrafos do Algarve pretende pôr em prática um projeto que consiste num evento anual de grande dimensão e qualidade, na área da fotografia. Para isso será necessário um trabalho conjunto e que envolva entidades oficiais e apoios de empresas/mecenas, uma vez que será necessário cativar espaços, convidar fotógrafos reputados (a nível regional/nacional e se possível internacional, para conferências, tertúlias, workshops), organizar exposições fotográficas de dimensão e qualidade, passeios e visitas fotográficas na região, realizar um concurso de fotografia para o evento.

Festival Internacional Latitudes 21 em Huelva. Março 2019 (Foto: Vico Ughetto)

Será muito importante que a autarquia tenha um espaço ao ar livre onde possam ser expostas fotos em grande formato, impressas em material resistente à intempérie.

Aqui fica o desafio para que esta antiga ambição da ALFA passe a realidade, engrandecendo a fotografia e a região, divulgando os nossos artistas e trazendo conhecimento e troca de informação na área da fotografia.

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook