Albufeira acolhe pela primeira vez Feira de Caça, Pesca, Turismo e Natureza

Albufeira acolhe pela primeira vez Feira de Caça, Pesca, Turismo e Natureza

3481
PARTILHE
- PUB -

Albufeira acolhe, pela primeira vez, a Feira de Caça, Pesca, Turismo e Natureza. O certame, que já vai na 23ª edição, vai realizar-se entre os dias 5 e 7 de julho na Marina de Albufeira.

A sessão de apresentação do evento teve lugar esta sexta-feira, dia 24, no Salão Nobre dos Passos do Concelho e contou com a intervenção de José Carlos Rolo, presidente da Câmara de Albufeira, Joaquim Castelão Rodrigues, diretor regional do ICNF, João Amaral, administrador da Albumarina, Vitor Palmilha, presidente da direção da Federação de Caçadores do Algarve e João Pedro Monteiro, diretor regional de Agricultura do Algarve.

Na apresentação participaram ainda Fernando Medronho e João Arez, presidente e vice-presidente da Associação de Caçadores e Pescadores do concelho de Albufeira.

O certame vai integrar diversas atividades, tais como, exposições de animais, atividades equestres, gastronomia, animação, cinotencia e artesanato.

Para José Carlos Rolo, presidente da Câmara Municipal de Albufeira, a feira é “um desafio porque é a primeira vez que o concelho de Albufeira assume e abraça esta iniciativa” reforçando que este é “um evento de grande dimensão e que necessita de muito espaço”.

“Esta feira abrange duas grandes regiões que são o Alentejo e o Algarve” no entanto “esperamos que venham pessoas de outras zonas do país”, acrescentou.

O presidente reforçou ainda a necessidade de “puxar, pugnar e incentivar o turismo do mundo rural, interior, que é extremamente importante”, sendo um “complemento ao turismo de sol e praia”.

João Amaral, administrador da Albumarina, salientou que “recebemos com muito agrado o convite da câmara para realizar o evento no nosso espaço” e “certamente, em conjunto, poderemos levar este evento a bom porto, que, neste caso, é o porto da marina de Albufeira”.

O responsável acrescentou que a feira se “realiza há 22 anos e acaba por puxar muita gente” e “será uma mais-valia para Albufeira e para nós por darmos a conhecer a marina a quem não tem por hábito visitá-la”.

Fernando Medronho, presidente da Associação de Caçadores e Pescadores de Albufeira tem a mesma opinião e refere que “Albufeira é uma zona central, com mais acesso o que permite mais facilmente a participação das pessoas do Barlavento” reforçando que existem “muitos caçadores naquela zona”.

Por sua vez, Vitor Palmilha, presidente da direção da Federação de Caçadores do Algarve salienta que “a feira de caça e pesca do Algarve começou em 1996 em Loulé e permaneceu lá até 2004. Em 2005 passou para o Estádio do Algarve e em 2006 mudou de nome para “Feira de Caça, Pesca e do Mundo Rural” reforçando que “estas feiras temáticas são sempre muito complicadas porque existe a necessidade de ter outras componentes e o mundo rural é uma mais valia também para a feira”.

A feira permaneceu em Faro até 2011, data em que se mudou para o Parque de Feiras e Exposições de Tavira.

Vitor Palmilha refere ainda que “constatámos que toda a gente ficou bastante contente pelo facto de a feira se realizar este ano em Albufeira porque é um sítio bastante central e diferente”, mencionando que “esperamos que seja um sucesso”.

A feira vai ter uma área coberta de 2.100 metros quadrados.
Exposições, concursos, espetáculos equestres, demonstrações e concertos vão fazer parte dos momentos de animação e convívio da feira.

Joaquim Castelão Rodrigues, recém nomeado diretor do Instituto Regional de Conservação da Natureza e Florestas do Algarve refere que “esta atividade é importante devido a toda a dinâmica económica que envolve numa época baixa e que tem trazido para o nosso distrito turistas que pernoitam cá e dinamizam o interior”.

“Saliento ainda a perseverança e perspicácia da Federação na realização da feira ao longo destes anos” sendo que este ano ” o evento vem trazer aquilo que é a serra, o interior do nosso distrito para junto do mar, para junto de uma marina, o que é muito positivo”, complementou.

Por sua vez, João Pedro Monteiro, diretor Regional de Agricultura do Algarve referiu que “o facto de falarmos em 23ª edição diz muito da importância e daquilo que tem sido um caminho seguro traçado por esta feira”.

O responsável destaca ainda o facto de “a feira já ter passado por várias zonas do Algarve e ter-se conseguido adaptar à própria mudança dos tempos”, sendo que desta vez vem para “um lugar privilegiado no que diz respeito a equipamentos turísticos que é precisamente a marina de Albufeira”.

“O evento é importante porque o Algarve é uma região turística por excelência” e “o facto de chamar outros setores de atividade económica, nomeadamente, o setor produtivo, os recursos endógenos irá permitir por um lado, alavancar esses setores importantes da vida económica regional e por outro enriquecer o próprio produto turístico regional, alargando horizontes e atraindo outro tipo de público”.

A 23ª Feira de Caça, Pesca, Turismo e Natureza tem entrada livre e promete atrair milhares de pessoas à Marina de Albufeira.

(Stefanie Palma / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook