Alunos de Tavira recebem formação sobre suporte básico de vida

Alunos de Tavira recebem formação sobre suporte básico de vida

518
PARTILHE
No evento estiveram dois agentes da PSP e dois enfermeiros do INEM (Foto: D.R.)

A PSP e o INEM estiveram, na passada segunda-feira, 20 de maio, na Escola Secundária de Tavira Dr. Jorge Augusto Correia para realizar uma ação de sensibilização acerca do número europeu de emergência médica 112, assim como algumas noções de suporte básico de vida.

A ação ocorreu em dois períodos do dia, às 10 horas e às 14 horas, e serviu ao mesmo tempo para alertar sobre a utilização do número de emergência médica. “É importante fazê-los compreender que este número não é para brincadeiras, mas sim utilizar apenas em casos de verdadeiras emergências”, referiu Nuno Madeira.

A iniciativa decorre desde 2010. O agente da PSP Nuno Madeira explicou ao POSTAL que “o objetivo da Polícia de Segurança Pública, em conjunto com o INEM, é explicar aos alunos em que casos e em que situações podem utilizar o número de emergência médica 112”. Acrescentou ainda, que “também estamos aqui para demonstrar e ensinar quais os procedimentos que devem ter”.

A palestra, que dispõe de uma parte teórica e de uma parte prática, decorre no âmbito do programa Escola Segura.

Para além da Escola Secundária de Tavira, a ação ocorre também nas escolas preparatórias e do primeiro ciclo.

Os resultados destas ações são muito positivos e já deram frutos
A conferência abordou e informou os alunos sobre temas como o número de emergência médica, o SIEM (Sistema Integrado de Emergência Médica), o INEM, o SIV, a VMER. Assim como foram referidas e exemplificadas algumas técnicas de desobstrução da via aérea, tal como a Técnica de Heimlich, bem como, a posição lateral de segurança e o suporte básico de vida.

A iniciativa já deu frutos. Segundo a enfermeira do INEM, Emília Justo, “houve alunos da escola secundária que utilizaram o que aprenderam aqui, nestas ações, e salvaram uma pessoa na Ponte Romana e inclusivamente aqui, na escola secundária, houve uma senhora que se sentiu mal e eles tinham aprendido o suporte básico de vida, a posição lateral de segurança e acionaram o 112 e por causa disso a pessoa foi salva”.

Após a parte teórica os alunos puderam treinar e aperfeiçoar os ensinamentos transmitidos fazendo o suporte básico de vida em bonecos, realizando todo o processo desde ligar para o número de emergência médica a treinar as 30 compressões e duas insuflações. No final, e desta vez nos colegas de turma, os alunos praticaram a técnica de posição lateral de segurança.

O agente da PSP Nuno Madeira concluiu que “esta é apenas uma das ações que nós fazemos, sendo que as próprias escolas também nos pedem para realizarmos algumas ações de sensibilização sobre o bullying, o álcool, drogas, tabagismo, comportamentos inadequados, prevenção e segurança rodoviária”.

A iniciativa contou com quatro oradores: Nuno Madeira e Rui Pereira, agentes da PSP, e Emília Justo e Silvério Pisa, enfermeiros do INEM.

(Eunice Silva / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook