Autocarro do VATe sensibiliza crianças de Portimão para a importância da água

Autocarro do VATe sensibiliza crianças de Portimão para a importância da água

318
PARTILHE
As atividades decorrem durante os dias 20 e 21 de maio (Foto: D.R.)

O autocarro do VATe – Vamos Apanhar o Teatro vai estacionar na Praça da República, em Portimão, nos dias 20 e 21 de maio, para a apresentação do espetáculo “Uma Torneira na Testa”, dirigido a crianças do 1º Ciclo, com os apoios da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de Portimão.

Entre espetáculos e ateliers estão previstas seis atividades destinadas a turmas do 3º e 4º ano do Ensino Básico da Escola Major David Neto e do Centro Escolar do Pontal. As atividades decorrem nos períodos da manhã (a partir das 10h) e da tarde (14 horas).

“Uma Torneira na Testa” é um divertido diálogo entre duas personagens, apelando à importância da educação ambiental e do uso consciente da água. Segundo a sinopse, “imaginemos um mundo sem água, sem o som dos animais, sem o som dos rios, sem o cheiro das flores… um mundo seco, completamente seco”. Este é o sonho do senhor Desperdício que, através de um plano maquiavélico, pretende acabar com toda a água do planeta. O feitiço volta-se contra o feiticeiro e este acaba por perceber que a água é para poupar e sem ela não se pode viver.”

Quanto ao atelier, que se realiza na sala de formação da Junta de Freguesia de Portimão, visa a exploração dramática e teatral, através de jogos e exercícios, nos quais se recorre ao tema da água e sua importância no planeta, à sua preservação e ao impacto ambiental que ocorre nos dias de hoje, trabalhando junto das crianças a sua consciencialização e valor.

Projeto da ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve, o VATe é único no país e assenta na transformação de um autocarro de dois pisos em sala de espetáculos, com palco, plateia, bastidores e camarins, exemplificando como a arte dramática pode ser uma importante ferramenta em termos de pedagogia social.

A viatura tem 12 metros de comprimento e 20 toneladas de peso, sendo Portimão paragem obrigatória do VATe desde que o projeto foi para a estrada em 2006, no âmbito da aposta municipal em termos de divulgação das artes de palco junto dos mais novos.

(Stefanie Palma / Cristina Mendonça)

Facebook Comments

Comentários no Facebook