Autoridade Marítima Nacional exercita combate à poluição no mar em Quarteira

Autoridade Marítima Nacional exercita combate à poluição no mar em Quarteira [fotogaleria]

242
PARTILHE

A Autoridade Marítima Nacional promoveu esta quarta-feira, 15 de maio, um exercício regional de combate à poluição no mar, por hidrocarbonetos ou outras substâncias perigosas, no âmbito do Plano Mar Limpo, plano de emergência para o combate à poluição das águas marinhas, portos, estuários e trechos navegáveis dos rios, sob coordenação do Departamento Marítimo do Sul, em Quarteira.

O exercício decorreu na zona nascente da praia de Vilamoura, na freguesia de Quarteira, e no interior do porto de pesca de Quarteira, tendo sido simulados quatro cenários distintos.

Na zona de praia foram exercitadas “ações de limpeza de hidrocarbonetos e o tratamento de animais afetados por uma mancha de crude, decorrente da lavagem de porões de um navio, enquanto que na área portuária foi treinada a contenção e limpeza de hidrocarbonetos (gasóleo e óleo hidráulico) provenientes de dois incidentes no interior do porto”, explica a Autoridade Marítima em comunicado de imprensa.

O exercício contou com a participação de elementos e meios de todo o dispositivo da Autoridade Marítima Nacional localizado no Algarve, bem como outras entidades, tendo também presenciado o exercício uma turma com cerca de 55 alunos do 3º ano de Biologia Marinha da Universidade do Algarve.

Este exercício, que envolveu cerca de 100 elementos, foi “uma excelente oportunidade de treino para todos os envolvidos, contribuindo significativamente para a melhoria do adestramento individual e em equipa, exercitando as técnicas de combate à poluição no mar, fomentando e melhorando a cooperação”, afirma a Autoridade Marítima Nacional.

“Sendo que a nossa costa é cruzada por diversas rotas marítimas com elevado intensidade de tráfego, a poluição do mar por hidrocarbonetos é uma permanente preocupação da Autoridade Marítima Nacional, pelo que é importante a manutenção dos padrões de prontidão de todos os elementos, a operacionalidade dos meios e o treino em cooperação com outras entidades no combate à poluição no mar”, remata.

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook