Marta Paço é a primeira surfista cega campeã da Europa

Marta Paço é a primeira surfista cega campeã da Europa

1311
PARTILHE
Marta Paço tem 14 anos e sagrou-se campeã da Europa de Surf Adaptado (Foto: D.R.)

A surfista portuguesa, de 14 anos, que é cega de nascença, sagrou-se este sábado, dia 25, campeã da Europa de surf adaptado. A atleta conquistou a medalha de ouro no EuroSurf Adaptive, campeonato que se realizou em Viana do Castelo.

A jovem conquistou a medalha de ouro na classe ASVI e é, assim, a primeira campeã europeia feminina na categoria.

A jovem conquistou ainda o terceiro lugar ao competir junto dos atletas masculinos, na categoria ASVI Open.

A seleção portuguesa é ainda composta por Nuno Vitorino, Camilo Abdula e Nuno Maltêz.

João Aranha, presidente da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, referiu que “Camilo Abdula é vice-campeão europeu na classe AS1, Nuno Maltêz, na categoria AS4, foi quarto da geral e Nuno Vitorino sagrou-se campeão europeu na categoria AS 5 Assist”.

O responsável salientou ainda que “por equipas, a seleção nacional conquistou a medalha de bronze”, sublinhando que “os atletas da seleção nacional foram todos à final e o resultado é muito bom para uma equipa que tem metade da dimensão das outras”.

O primeiro Campeonato Europeu de Surf Adaptado começou no dia 21 e contou com a presença de seis países: Portugal, Espanha, Itália, França, Reino Unido e Alemanha. O evento é organizado pela Câmara Municipal, pelo Surf Clube de Viana, da Federação Europeia de Surf, a Federação Portuguesa de Surf, da Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, do Instituto Português do Desporto e Juventude, e do Comité Paralímpico de Portugal.

Marta Paço dedica-se ao surf há apenas dois anos mas o seu nome já é bem conhecido. A atleta, na altura com 13 anos, foi a surfista mais nova no ISA Worl Adaptative Surfing Championship que se realizou nos Estados Unidos.

Em declarações ao Jornal Público a jovem referiu que “a sensação de adrenalina que o surf me dá é uma das razões de gostar de competir”. “Isso e estar com outras pessoas cegas em água. Gosto de aprender as técnicas que usam, mas também de ensinar outras pessoas”, acrescentou.

A jovem recebeu ainda em Janeiro, pela Câmara de Viana do Castelo, o título de Cidadã de Mérito, tendo sido a personalidade “mais nova de sempre” a receber esta distinção.

(Stefanie Palma / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook