Café Calcinha celebra 90º aniversário com vasto programa cultural

Café Calcinha celebra 90º aniversário com vasto programa cultural

466
PARTILHE
Data vai ser celebrada comum vasto programa cultural no espaço (Fotos (D.R.)

O icónico Café Calcinha assinala 90 anos de existência na quarta-feira, 5 de junho. A Câmara de Loulé promove um programa cultural neste espaço, numa sessão que terá como convidado o grego Vassilis Stathakis, presidente da Associação Europeia dos Cafés com História e proprietário do Café Kipos, na ilha de Creta, em funcionamento há 148 anos que, conjuntamente com o autarca Vítor Aleixo e o presidente da Associação Portuguesa dos Cafés com História, Vítor Sá Marques, fará a abertura do evento, a partir das 15 horas.

Já no auditório do Convento do Espírito Santo, pelas 15:45, irão decorrer algumas conferências temáticas sobre estes espaços de tertúlia que têm também uma forte carga histórica. Dália Paulo, diretora municipal, dará as boas-vindas aos presentes, seguindo-se, pelas 16 horas, a intervenção da diretora regional de Cultura do Algarve, Adriana Nogueira. Esta responsável irá falar sobre “A vocação dos cafés com história enquanto testemunho cultural e histórico e enquanto lugares de promoção da cultura”.

Às 16:20, João Paulo Martins, da Faculdade de Arquitetura de Lisboa, irá abordar “O design arquitetónico dos cafés com história”, enquanto que Maria Calado, do Centro Nacional de Cultura, associa-se a esta iniciativa com uma abordagem à “Importância dos cafés com história nas rotas europeias de cultura”.

Já às 17:10, Dália Paulo fará a sessão de encerramento com a apresentação do “Roteiro no interior do Café Calcinha”.

Encontro pretende consolidar a criação de uma rota europeia de Cafés com História

De volta ao espaço do Calcinha, os participantes serão convidados para um aperitivo de honra. José Teiga, da Casa da Cultura de Loulé, irá recitar poemas e excertos de textos de autores que passaram pelo Café Calcinha, como é o caso mais paradigmático do poeta António Aleixo.

Neste encontro pretende-se consolidar a criação de uma rota europeia de Cafés com História e a sua integração no novo itinerário do Conselho da Europa, sendo ainda estabelecido o Dia Europeu do Café Histórico, para além da criação de materiais e formas de divulgação, nomeadamente o passaporte europeu desta rede.

O Café Calcinha foi classificado como Imóvel de Interesse Municipal em 2012

Para além do Calcinha, são membros da Associação Europeia dos Cafés com História Les Deux Magots de Paris, o L’Ópera de Barcelona, o Kipos de Chania, o Central de Budapeste, o La Calcina de Veneza ou o Majestic do Porto, entre outros.

O Café Calcinha foi durante o último século, e até aos dias de hoje, um marco sociocultural da população local e de todos os visitantes, sendo o único espaço de tertúlia na história da cidade, que lhe configurou o privilégio de ser o estabelecimento mais emblemático e referenciado na história local.

Foi classificado como Imóvel de Interesse Municipal em 2012 e, em 2014, adquirido pela Autarquia. No ano de 2017 foi inaugurada a obra de reabilitação, trazendo ao público um espaço rejuvenescido mas sempre com o peso da história que tão bem o caracteriza.

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook