Edifício do Emissor do Sul deve ser classificado de interesse municipal

Edifício do Emissor do Sul deve ser classificado de interesse municipal

1325
PARTILHE
- PUB -
PS quer que o edifício do Emissor Regional do Sul seja classificado
como Imóvel de Interesse Municipal (Foto D.R.)

Em carta aberta entregue na autarquia, o Partido Socialista de Faro desafiou o presidente da Câmara a avançar com uma ação junto do Ministério Público, para travar qualquer tentativa de alienação do património do Emissor Regional do Sul, sem prejuízo da iniciativa que o PS já tomou no mesmo sentido.

Os socialistas entendem que é ao presidente da Câmara a quem compete a representação judicial dos interesses do município, sublinhando que “se nada fizer, o presidente deixa passar a ideia de que poderá haver um compromisso prévio da autarquia à margem dos órgãos próprios de decisão” para aquele espaço.

Com efeito, o PS estranha o silêncio da Câmara perante notícias [avançado em primeira mão pelo POSTAL em outubro de 2011 e mais recentemente, este ano, em maio e a 4 de julho] dando conta da intenção da administração da RTP em vender o terreno de 14 mil metros quadrados em zona nobre da cidade para construção, transferindo as instalações da rádio e televisão do Estado, de onde estão há 70 anos, para uma sala na universidade da Penha.

Os socialistas receiam que “possam vir a ser confrontados com um facto consumado e uma solução urbanística lesiva dos interesses gerais da cidade e da qualidade de vida da sua população”, exigindo, por isso, que o executivo camarário tome todas as previdências para acautelar a defesa de um bem público.

Quanto ao edifício do Emissor Regional do Sul, o PS afirma que vai avançar nos organismos próprios para que “ao abrigo da legislação em vigor, seja classificado como Imóvel de Interesse Municipal, “dado o seu valor imaterial como referência importante da memória cultural e coletiva do povo algarvio”.

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook