Ruínas da antiga Cidade Romana da Balsa vão ser recuperadas

Ruínas da antiga Cidade Romana da Balsa vão ser recuperadas

715
PARTILHE
As escavações arqueológicas na quinta da Torre d’Aires
vão decorrer entre 19 de agosto e 6 de setembro (Foto D.R.)

O Protocolo de Colaboração para o desenvolvimento de projetos conjuntos de cariz científico, técnico e formativo, no âmbito da salvaguarda do património arqueológico, histórico e natural da Cidade Romana da Balsa, em Tavira, vai ser assinado amanhã, 26 de julho, pelas 10 horas, na Câmara local.

Este protocolo a ser celebrado entre a Direção Regional de Cultura do Algarve, a Universidade do Algarve e o Município de Tavira, conta ainda com a participação do Centro de Ciência Viva de Tavira e dos proprietários locais, na prossecução do projecto plurianual “Balsa, Recuperação e divulgação de uma cidade romana do Sudoeste ibérico. Projeto cultural para a coesão social e sustentabilidade local”.

Este projecto tem como objectivos resgatar a memória e o conhecimento do que resta de uma das cidades históricas mais emblemáticas do Algarve; contribuir para a requalificação e valorização de uma área pelos seus valores culturais e naturais; e promover, através do seu estudo e divulgação, o reforço na formação da comunidade em geral e da população escolar em particular, contribuindo para a sua autoestima, coesão social e para o diálogo intergeracional.

Assim, através da promoção da cooperação interinstitucional, a Direção Regional de Cultura do Algarve alavanca a concretização da Resolução da Assembleia da República nº 207/2017 de 11 de Agosto, sobre a defesa e a preservação das ruínas da antiga Cidade Romana da Balsa.

As escavações arqueológicas na quinta da Torre d’Aires irão decorrer entre 19 de Agosto e 6 de Setembro, e podem ser visitadas no Dia Aberto, 5 de setembro.

 (CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook