Sondagem: PAN supera CDU e CDS, PS longe da maioria absoluta

Sondagem: PAN supera CDU e CDS, PS longe da maioria absoluta

792
PARTILHE

Uma sondagem realizada pela Multidados para a TVI, e divulgada nesta terça-feira pela estação de televisão, dá o PS como vencedor das eleições legislativas marcadas para 6 de outubro, mas com uma votação que deixa o partido longe do sonho da maioria absoluta, avança o EXPRESSO.

Sondagem Legislativas 2019 da TVI

A consulta revela que os socialistas dispõem de uma margem de avanço confortável sobre o PSD, com uma distância superior a 15 pontos percentuais entre os dois partidos. Os eleitores que participaram na sondagem dão 35,5% dos votos ao PS, uma progressão de três pontos percentuais em comparação com o resultado obtido nas legislativas de 2015, e 20,3% ao PSD, o pior nível de sempre em eleições legislativas para os ‘laranjas’.

Caso os resultados do estudo se confirmem no ato eleitoral do próximo outono, o PAN será um dos partidos mais beneficiados. Depois de ter alcançado 1,39% dos votos há quatro anos e de ter conseguido eleger um deputado, o partido saltará para o quarto lugar com 7,9% dos votos. O Bloco de Esquerda consolida o terceiro lugar entre os maiores partidos portugueses com um avanço para 14,7%, mais 4,5 pontos percentuais do que em 2015.

O CDS cai para o sexto lugar, com uma votação de apenas 3,3%, e fica atrás da CDU. Porém, a coligação que une comunistas e verdes também desce em relação à votação que obteve há quatro anos. A sondagem da TVI/Multidados indica que terá 5,6% dos votos.

Os dados do estudo apontam para o resultado mais baixo de sempre na história da democracia para os partidos tradicionalmente identificados com a direita. Ao somarem apenas 23,6%, sociais-democratas e centristas não chegam a recolher a confiança de um em cada quatro eleitores.

A TVI refere que “a sondagem da Multidados, com o objetivo de avaliar a intenção de voto dos portugueses nas eleições legislativas, foi realizada entre 18 a 28 de julho, através de 800 entrevistas telefónicas e apresenta uma margem de erro de +3,5%, para um nível de confiança de 95%”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook