Vai ser possível acompanhar a tartaruga Quinas “na viagem da sua vida”

Vai ser possível acompanhar a tartaruga Quinas “na viagem da sua vida”

622
PARTILHE
O Quinas já se alimenta regularmente (Foto Stefanie Palma / POSTAL D.R.)

A tartaruga-de-couro, de nome Quinas, resgatada no passado dia 20 de junho, na Meia Praia em Lagos, está a ser reabilitada no Porto D’abrigo – Centro de Reabilitação do Zoomarine e apresenta melhorias significativas. A tartaruga já se alimenta regularmente e vai ser possível acompanhar o seu regresso à vida selvagem.

Segundo Élio Vicente, biólogo do Zoomarine, “foi lançada há dois dias uma plataforma online que não é gerida pelo Zoomarine, mas sim por três pessoas que vivem em Lisboa, para fazer uma recolha de fundos para patrocinar a oferta ao Zoomarine, ao Quinas, de um aparelho de satélite para fazer o acompanhamento dele quando voltar ao mar”.

“O grupo destas três pessoas estava cá no Algarve precisamente dois dias depois do Quinas ter chegado, viram o animal, ficaram sensibilizados e fizeram essa proposta ao Zoomarine, que obviamente colaborou com eles”, explica.

O responsável recorda que “em 2009 já fizemos um projeto do género com três tartarugas que mandámos ao mar, que se chamava “Operação Regresso Adiado”.

Através desta tecnologia, “as pessoas podem acompanhar online o percurso do animal, pois são criados mapas interativos em tempo real”, sendo que “sabemos exatamente onde é que o animal está, a que velocidade nadou, a que profundidade mergulhou, se está a nadar a favor ou contra a corrente, a temperatura à superfície e dos sítios onde ele mergulha, etc”, explica o biólogo.

A campanha chama-se “Mãos ao Mar, vamos acompanhar o Quinas na viagem da sua vida”.

Élio Vicente explica ainda que neste momento “estamos a negociar um navio que possa fazer o transporte da tartaruga de volta para o mar, pois existe a necessidade de uma grua”.

O responsável sublinha que “se tudo correr bem, o Quinas será devolvido ao mar num prazo de duas semanas”.

(Stefanie Palma / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook