Festival da Sardinha abre com enchente histórica

Festival da Sardinha abre com enchente histórica

298
PARTILHE

O Festival da Sardinha de Portimão abriu esta quarta-feira, 7 de agosto, com uma enchente histórica.

Mais de 25 mil pessoas passaram pela zona ribeirinha no primeiro dia do festival (Fotos Filipe da Palma / D.R.)

Mais de 25 mil pessoas passaram pela zona ribeirinha de Portimão. O certame decorre até ao próximo domingo, 11 de agosto, com inúmeras atividades.

Entre esse autêntico mar de gente que visitou o certame, e que passa a constituir um máximo histórico, “destaque para a presença do primeiro-ministro, António Costa, que, de férias no Algarve, não quis perder a oportunidade para saborear as sardinhas assadas na brasa, acompanhadas de batata cozida e salada à algarvia, ex-libris gastronómico de Portimão”, conforme refere nota de imprensa enviada pela autarquia Portimonense.

O primeiro-ministro, António Costa, também visitou o festival

Também estiveram presentes a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, o secretário de Estado das Pescas, José Apolinário, e os deputados João Vasconcelos, Jamila Madeira, Ana Passos e LuísGraça, entre outras figuras.

Ana Paula Vitorino, ministra do mar

O momento alto da noite foi a atuação dos Amor Electro no palco principal do certame, tendo os largos milhares de fãs presentes homenageado o baterista da banda, Rui Rechena, falecido horas antes.

Este ano, “o Festival da Sardinha transitou para uma área privilegiada, junto ao Clube Naval de Portimão, a qual proporciona melhores condições, quer para o público, quer para os espaços de venda de artesanato, doçaria e outros produtos, assim como para os pontos de venda de sardinha assada e petiscos tradicionais”, pode ler-se.

A programação completa do 25º Festival da Sardinha de Portimão poderá ser consultada AQUI

(SP/CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook