Ministério Público acusa casal de homicídio de idoso em São Brás

Ministério Público acusa casal de homicídio de idoso em São Brás

367
PARTILHE

O Ministério Público (MP) acusou um homem de homicídio qualificado, roubo agravado e incêndio tentado por suspeitas de matar outro, de 70 anos, em São Brás de Alportel em setembro de 2018, informou a Procuradoria de Faro.

Caso remonta a setembro de 2018 (Foto D.R.)

Segundo o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Faro, o arguido, de 39 anos, terá agido com uma mulher, de 38 anos, conhecida da vítima, a qual foi acusada dos crimes de roubo agravado e de incêndio tentado, anunciou em comunicado a Procuradoria no seu sítio oficial na Internet.

De acordo com a acusação, citada no documento, o arguido “bateu repetidamente na vítima com um objeto não determinado até a matar”, quando esta se encontrava deitada na cama, no quarto onde também estaria a arguida.

Os factos remontam à noite de 17 para 18 de setembro de 2018, no concelho de São Brás de Alportel.

Segundo o MP, os arguidos “terão depois despejado álcool sobre a cama da vítima, ateado fogo a papéis, aberto os bicos de gás do fogão e acendido uma vela, tentando, desse modo causar uma explosão e um incêndio que apagasse os vestígios do crime”.

“Os dois arguidos terão também revistado a casa e levado consigo os valores que encontraram”, adiantou o MP.

O homem encontra-se detido em prisão preventiva desde 20 de fevereiro passado por ordem do Tribunal de Faro, enquanto a mulher está sujeita à obrigação de apresentações periódicas no posto policial e proibida de sair do concelho da sua residência, segundo a Agência Lusa.

A investigação foi efetuada pela Polícia Judiciária, tendo o inquérito sido dirigido pelo MP da 2.ª secção do DIAP de Faro.

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook