Três detidos por lenocínio em Quarteira e Vilamoura

Três detidos por lenocínio em Quarteira e Vilamoura

1442
PARTILHE

O Comando Territorial de Faro da GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal de Loulé, deteve no domingo, 18 de agosto, em Quarteira e Vilamoura, três pessoas com idades ente os 55 e os 57 anos, por práticas ligadas ao lenocínio, tráfico de estupefacientes e evasão fiscal.

O material apreendido pelas autoridades (Foto D.R.)

No âmbito de uma investigação que decorria há seis meses “os militares apuraram que num estabelecimento de diversão noturna, registado como hospedaria e bar, decorriam outras atividades ilícitas, como o lenocínio, isto é, o incentivo à prostituição, a evasão fiscal por não registarem todos os serviços prestados e o tráfico de estupefacientes”, informa a GNR em comunicado de imprensa.

Assim, foi dado cumprimento a um mandado de busca em estabelecimento e a três mandados de busca domiciliária que culminaram na apreensão de diverso material.

As autoridade apreenderam duas armas de fogo, 285 munições de diversos calibres, três aerossóis de gás pimenta, 33 doses de haxixe, 28 doses de cocaína, quatro computadores, cinco telemóveis; um tablet, 4.996 euros em numerário, 180 libras em numerário (moeda do Reino Unido), 260 preservativos, diverso material relacionado com práticas sexuais.

Das 38 pessoas identificadas, entre clientes e funcionários do estabelecimento, três delas foram-no por permanência ilegal em território nacional.

Os detidos serão presentes no Departamento de Investigação e Ação Penal de Loulé durante o dia de hoje, 19 de agosto.

A operação contou com a colaboração do Grupo de Intervenção de Ordem Pública da Unidade de Intervenção, do Destacamento de Intervenção de Faro, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e da Autoridade Tributária.

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook