5 cágados reabilitados no Zoomarine voltam ao meio selvagem

5 cágados reabilitados no Zoomarine voltam ao meio selvagem

372
PARTILHE

São 5 e, no próximo dia 5, iniciam a sua nova aventura no meio selvagem. São cágados, e na quinta-feira depois de diferentes e complexos períodos de reabilitação no Porto d’Abrigo do Zoomarine, regressam à vida independente, como se pretende com estas espécies endémicas e crescentemente ameaçadas de extinção.

A devolução vai ser feita esta quinta-feira (Foto D.R.)

A devolução, numa habitual parceria com o ICNF – Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, terá lugar numa zona tranquila da albufeira da Herdade da Parra, em São Marcos da Serra.

Depois de um verão intenso para os seus reabilitadores, “estes Mauremys leprosa (cágados-mediterrâneos), que partilharam espaço com uma rara tartaruga-de-couro (também ela “5 estrelas” – uma perfeita Quina, portanto…), voltam ao seu habitat natural, numa tentativa de inverter a tendência de decréscimo dos seus números que se tem verificado nas últimas décadas”, afirma o Zoomarine em comunicado.

Entretanto, fica a mensagem de sempre: “não se deve retirar cágados dos seus habitats naturais e não se deve colocar em habitats naturais os cágados (exóticos) que foram compradas em lojas de animais – porque a Conservação da Natureza disso depende”, pode ler-se.

O Zoomarine afirma ainda que “com a saída destes 05, o Porto d’Abrigo fica um pouco mais vazio. E um pouco mais triste – porque saberemos que deixarão saudades… Mas embora estas tartarugas não vivam em águas salgadas, a verdade é que as saudades ‘dão sal à vida’ – e é precisamente para salvar vidas que existe o nosso centro de reabilitação”.

(Stefanie Palma / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook