PSD de Loulé acusa Câmara de “política de incompetência”

PSD de Loulé acusa Câmara de “política de incompetência”

372
PARTILHE
Rui Cristina (PSD) critica executivo camarário de Loulé que diz revelar "política de incompetência"
Rui Cristina (PSD) critica executivo camarário de Loulé que diz revelar “política de incompetência”

O PSD/Loulé considera, em comunicado dirigido às redacções, que a execução da obra que decorre na Rua Serpa Pinto foi adiada pelo executivo camarário liderado por Vítor Aleixo por dois anos e que a Câmara não planeou “os trabalhos de forma a não prejudicar os comerciantes e habitantes”.

Apesar de reconhecer que se trata de “uma obra importante para o desenvolvimento e requalificação da cidade de Loulé”, a estrutura local dos social-democratas, na voz do seu presidente, sublinha que “o actual executivo da câmara, liderado pelo Dr. Vítor Aleixo, aquando da tomada de posse, tinha o projecto da obra concluído, mas este ficou guardado na gaveta e a intervenção foi adiada para o mais perto possível das eleições legislativas, para tirar algum benefício eleitoral da situação,”

Para Rui Cristina, “esta atitude eleitoralista demonstra falta de respeito pelos munícipes enquanto o não planeamento e a desorientação do actual executivo municipal piorou a situação, ao fazer coincidir a intervenção com o período de verão”.

Obras em tempo MED e Noite Branca não colhem apoio do PSD/Loulé

- Pub -

“Em 2014 o Dr. Vítor Aleixo decidiu cancelar a Noite Branca, um dos eventos que mais visitantes atrai à cidade de Loulé, sob o falso pretexto de não haver verba para a sua realização, quando a câmara tinha um saldo positivo de 19 milhões de euros do orçamento de 2013, situação que o PSD/Loulé denunciou na altura”, lembra o comunicado da estrutura concelhia do PSD, para enquadrar a sua posição, concluindo que “este ano, vai realizar obras em pleno Verão, numa artéria de importante acesso para o Festival MED e a Noite Branca, eventos que mais fomentam a economia local”.

Segundo o PSD/Loulé, “é caso para perguntar se o actual executivo camarário pretende deliberadamente prejudicar a economia da cidade, ou se é o desnorte e a política de incompetência que imperam, acarretando prejuízos para os comerciantes e incómodos para os residentes”.

Para o dirigente do PSD de Loulé esta é “uma obra necessária, com financiamento europeu garantido poderia e deveria ter sido planeada para que a sua execução decorresse no período que menos transtorno causasse à cidade, a residentes e comerciantes e aos milhares de visitantes que demandam Loulé neste período do ano”.

Facebook Comments

Comentários no Facebook