Visitas a museus cresceram 6,2%

Visitas a museus cresceram 6,2%

510
PARTILHE
Museu Nacional de Arte Antiga
Imagem do Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa

O Instituto Nacional de Estatística (INE) anunciou hoje que 392 museus do país receberam 11,7 milhões de visitantes em 2014, mais 6,2% face ao ano anterior, com 24,5 milhões de bens no seu acervo.

Na sua análise estatística, o INE ressalva que considerou 392 museus de um universo de 674 museus em atividade no país.

Do total de visitantes, 36,5% eram estrangeiros (4,3 milhões de pessoas) e 13% dos visitantes estavam inseridos em grupos escolares, sendo mais de metade (51,5%) visitantes das exposições temporárias dos museus e 39,4% entraram gratuitamente.

Por tipo de museu, os mais visitados, de acordo com os dados hoje divulgados, foram os Museus de Arte (27,4%), seguidos dos Museus de História (24,9%) e os Museus Especializados (16,2%).

Tomando como referência o número médio anual de visitantes de 30 mil pessoas, o INE refere que os Museus de História foram os que registaram o número médio anual mais elevado, de 62 mil visitantes, seguidos dos Outros Museus (52 mil), Museus Especializados (40 mil) e dos Museus de Arte (38 mil).

Os Museus de Etnografia e de Antropologia e os Museus de Ciências Naturais e de História Natural foram os que apresentaram menor número médio anual de visitantes, cerca de 8 mil e 13 mil, respetivamente.

Dos 24,5 milhões de bens existentes nos museus analisados (mais 1,4 milhões do que no ano anterior), 26,4% eram “bens bibliográficos e arquivísticos” e 24,2% “bens arqueológicos”.

Os “bens artísticos e históricos” representavam 10,3%, enquanto 31,9% eram “outros bens”, nos quais estão incluídos os bens de filatelia e de fotografia.

O acervo pertencente aos Museus de Arqueologia, Museus Mistos e Pluridisciplinares e aos Museus de Arte aumentou 84,3%, 33,7% e 10,2%, respetivamente.

Pelo contrário, segundo as estatísticas, o Acervo dos Museus de Ciência e de Técnica registou menos 11,2% de bens face ao ano anterior.

Do total de bens, 35,9% pertenciam aos Museus de Ciências e de Técnica, 15,1% aos Museus do Território e 11,4% aos Museus de Arte.

Agência Lusa

Facebook Comments

Comentários no Facebook