Doentes com cancro da mama sentem falta de acompanhamento

Doentes com cancro da mama sentem falta de acompanhamento

1054
PARTILHE
- PUB -
Brites Rosa, doente oncológica há mais de um ano, esteve presente e defendeu que “não é só ter o cancro, ser operada, ir para casa, ir às consultas e voltar para casa. Falta alguém que nos ajude porque senti e ainda sinto muita falta de acompanhamento após o tratamento e aqui encontro [na Semear Saúde] uma ajuda que não tenho noutro sítio”
Brites Rosa, doente oncológica há mais de um ano, esteve presente e defendeu que “não é só ter o cancro, ser operada, ir para casa, ir às consultas e voltar para casa. Falta alguém que nos ajude porque senti e ainda sinto muita falta de acompanhamento após o tratamento e aqui encontro [na Semear Saúde] uma ajuda que não tenho noutro sítio”

Após a cirurgia, vários pacientes testemunham que passam a viver uma dura realidade silenciosa… dores, depressão, falta de mobilidade nos membros superiores, inchaços, comprimidos e mais comprimidos numa grande angústia solitária. Afinal, nem tudo é o que parece ser, as tantas vezes apelidadas de “heroínas” ou de “guerreiras valentes” vivem à margem do nosso imaginário e sentem-se abandonadas pelo Sistema Nacional de Saúde que continua deficitário na prestação de cuidados de saúde na área oncológica.

A redução das dores articulares, da fadiga e dos vómitos e náuseas são alguns dos benefícios da prática de exercício físico, em doentes afectados pelo cancro da mama, apontados pela fisioterapeuta Sara Rosado numa palestra promovida pela Associação Semear Saúde realizada na sua sede no passado sábado à tarde em Tavira.

A fisioterapeuta, especializada na área oncológica, lamentou a falta de informação sobre o tema e enalteceu esta iniciativa da Semear Saúde.

Das cerca de duas dezenas de pessoas presentes, o sentimento geral foi o da grande falta de acompanhamento após o tratamento do cancro da mama. Brites Rosa, doente oncológica há mais de um ano, esteve presente e defendeu que “não é só ter o cancro, ser operada, ir para casa, ir às consultas e voltar para casa. Falta alguém que nos ajude porque senti e ainda sinto muita falta de acompanhamento após o tratamento e aqui encontro [na Semear Saúde] uma ajuda que não tenho noutro sítio”.

Para a presidente da Associação Semear Saúde, Cláudia Brito, a escolha desta sessão de esclarecimento “Exercício Físico no Cancro da Mama” que deu início a um ciclo de palestras mensais organizadas pela associação, deveu-se em parte pela pertinência do tema que foi objecto de estudo no seu mestrado na área da saúde e pela boa colaboração da fisioterapeuta Sara Rosado com a Semear Saúde.

No final da palestra, o restaurante tavirense vegetariano Bistrot O Porto foi distinguido com um Certificado de Reconhecimento pelo excelente trabalho na área da alimentação saudável.

Investigador vem de Londres falar sobre cancro na Semear Saúde

A segunda palestra está agendada para o próximo dia 30 de abril entre as 16 e as 19 horas, no mesmo local, e é intitulada “Cancer – o que realmente é e como pode ser tratado”. A participação é gratuita e necessita de inscrição prévia através do e-mail: associacaosemearsaude@gmail.com.

O palestrante Cesar Van Louicci (Cancer Researcher – London), no âmbito das Palestras 2016 Inglaterra – Portugal – Brasil, baseado no Estudo Dalva 2010/15, vai falar sobre as causas de alguns tratamentos naturais não estarem a resultar, sobre o que há de errado nos estudos científicos de determinados fitoterápicos, frutas, tubérculos, verduras e legumes e sobre a diferença entre as frutas antioxidantes e anti-cancerígenos.

Do tema principal vão destacar-se questões como “o que é realmente o cancro e o que não é”, “o cancro tem cura” e “o que é a biomedicina genómica naturopática e o que tem feito pelo cancro.

O espaço da Associação Semear Saúde é composto por quatro gabinetes para consultas individuais de termografia, naturopatia, iridologia, homeopatia, osteopatia, biomagnetismo, técnicas de libertação emocional EFT, reflexologia, reiki e cura reconectiva e outras duas salas de formação e uma sala destinada às terapias, como o reiki, yoga e meditação, implantados numa área de 250 metros quadrados.

Embora a sua missão destine-se a todos os pacientes e doentes em geral, a Semear Saúde está a desenvolver um projecto inovador na área da promoção da Saúde e da prevenção das doenças oncológicas na região do Algarve. Para acompanhar diariamente a sua actividade nas redes sociais deixamos aqui os três seguintes links:

https://www.facebook.com/associacaosemearsaude
https://www.facebook.com/OncologiaIntegrativa
https://www.facebook.com/groups/semearsaude

Andreia e Marcelino do restaurante Bistrot O Porto receberam das mãos de Cláudia Brito, presidente da Associação Semear Saúde, o Certificado de Reconhecimento pelo excelente trabalho na área da alimentação saudável
Andreia e Marcelino do restaurante tavirense Bistrot O Porto receberam das mãos de Cláudia Brito, presidente da Associação Semear Saúde, o Certificado de Reconhecimento pelo excelente trabalho na área da alimentação saudável
Facebook Comments

Comentários no Facebook