Albufeira acolhe seminário ‘Vamus Caracterizar e Diagnosticar’

Albufeira acolhe seminário ‘Vamus Caracterizar e Diagnosticar’

453
PARTILHE
Durante o debate irão ser respondidas questões-chave como “Quem se desloca?”, “Como?”, “Para quê?” e “Quais as opções de mobilidade existentes?” no Algarve

No âmbito do projecto de Mobilidade Urbana Sustentável da região algarvia, a AMAL realiza o seminário “Vamus Caracterizar e Diagnosticar”, na próxima quarta-feira, pelas 9.30 horas no edifício da Câmara de Albufeira.

O evento integra um fórum aberto ao público, onde será apresentado o diagnóstico e a caracterização da mobilidade na região.

À tarde, as sessões de trabalho continuam, em privado, com o objectivo de traçar acções futuras e encontrar novas soluções de mobilidade sustentável no Algarve.

A sessão contará com as intervenções do presidente da Câmara de Albufeira, Carlos Silva e Sousa, do presidente da AMAL, Jorge Botelho, e do presidente do Instituto da Mobilidade e dos Transportes, Eduardo Feio.

O fórum representa a conclusão da primeira fase de trabalhos rumo a uma “Região Carbono Zero”, que tem por objectivo “pensar e planear como nos vamos deslocar no futuro e como o podemos fazer de forma mais eficiente, inclusiva e amiga do ambiente”, refere a autarquia em comunicado enviado às redacções.

Durante o debate irão ser respondidas questões-chave como “Quem se desloca?”, “Como?”, “Para quê?” e “Quais as opções de mobilidade existentes?” no Algarve.

A apresentação será feita em sessão aberta ao público pelos técnicos que, nos últimos meses, realizaram o intenso trabalho de caracterização e diagnóstico das deslocações na região. Serão também revelados os resultados do inquérito online realizado durante o Verão e no qual se desafiaram os moradores e os visitantes da região a partilhar os seus padrões de deslocação e a idealizar futuros modelos de mobilidade urbana sustentável.

O projecto “Vamus – Mobilidade Urbana Sustentável do Algarve” é promovido pela Comunidade Intermunicipal do Algarve – AMAL, que representa a concertação dos 16 municípios da região. Pela natureza colectiva da mobilidade.

O fórum contará com a presença de representantes dos cerca de 50 signatários da Carta de Compromisso pela Mobilidade Urbana Sustentável do Algarve, que, após a apresentação, se dedicarão durante a tarde, em workshop fechado, ao lançamento da etapa seguinte deste projecto, nomeadamente as bases do desenho de novos modelos de mobilidade, que integrarão o plano de acção com medidas a adoptar por cada um dos intervenientes na mobilidade, elencando potenciais fontes de financiamento dentro dos diferentes pacotes de incentivos comunitários. Avançarão também novas abordagens para o desenvolvimento e implementação do Plano de Mobilidade e Transportes Intermunicipal (PMTI).

Facebook Comments
Advertisements

Comentários no Facebook