Obras na EN125 devem ser retomadas no início de 2017

Obras na EN125 devem ser retomadas no início de 2017

524
PARTILHE
A negociação da PPP ainda por concluir está a provocar o atraso na conclusão das obras

As obras de requalificação da Estrada Nacional (EN) 125, suspensas desde Julho, devem ser retomadas no início de 2017, assim que terminarem as negociações em curso com a concessionária, disse esta terça-feira o ministro do Planeamento e das Infraestruturas.

“Espero, até ao final do ano, ter toda a dimensão negocial concluída para que essas obras, que são da responsabilidade da concessionária, possam acontecer nessa altura e, portanto, no final do ano, início do ano que vem, certamente as obras estarão desbloqueadas”, referiu Pedro Marques.

O governante, que falava aos jornalistas à margem de uma reunião de trabalho com os autarcas do Algarve, assegurou que o que está a provocar o atraso na conclusão das obras não é falta de financiamento por parte do Estado, mas sim o facto de haver uma negociação da Parceria Público Privada (PPP) ainda por concluir.

“Estamos agora a esperar concluir com a concessionária [Rotas do Algarve Litoral] as negociações, desejo concluir essa negociação até ao final do ano, para que nos permita reiniciar as obras”, sublinhou, acrescentando que, nessa altura, “o Estado terá as condições financeiras para pagar o que é devido nessa matéria”.

Pedro Marques adiantou, ainda, que “o essencial” das obras que faltam concluir no troço entre Olhão e Vila do Bispo deverá estar terminado até ao próximo Verão, uma vez que se tratam de obras “bastante circunscritas”.

No que respeita aos trabalhos previstos para o troço entre Vila Real de Santo António e Olhão, que ficaram de fora da concessão, Pedro Marques assegurou que as obras “serão desenvolvidas gradualmente, à medida que o orçamento da Infraestruturas de Portugal o permita”.

Na mesma ocasião, o presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL), Jorge Botelho, disse aos jornalistas que os autarcas “já sabiam que estavam negociações a decorrer”, justificando o início das obras com o facto de as empresas que constituem a concessão terem a “expectativa de que o processo se resolvesse rápido”.

O também presidente da Câmara de Tavira frisou que é urgente que a concessionária possa voltar ao terreno “para acabar as obras que deixaram a meio”, uma vez que a qualidade da mobilidade no Algarve “não se compadece com atrasos”.

As obras na EN125 recomeçaram parcialmente em 2014 – depois de uma paragem de dois anos -, e foram interrompidas em Julho deste ano, a pedido dos autarcas, para não complicarem o trânsito durante a época alta, tendo na altura sido estipulado que recomeçariam em Setembro.

Durante a manhã, Pedro Marques esteve reunido com os autarcas algarvios, na sede da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, em Faro, e durante a tarde irá reunir-se com empresários.

O encontro faz parte da iniciativa governamental denominada “Cinco Regiões, Mais Investimento”.

(Agência Lusa)

Facebook Comments
Advertisements

Comentários no Facebook