Associação Algarve Jovem reforça bolsas para alunos da UAlg

Associação Algarve Jovem reforça bolsas para alunos da UAlg

2230
PARTILHE
- PUB -
Miguel Oliveira é estudante na ESGHT
Miguel Oliveira é estudante na ESGHT

Alunos que ajudam alunos. É desta forma que Miguel Oliveira descreve o trabalho desenvolvido pelos 11 colegas da Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo (ESGHT) da Universidade do Algarve (UAlg), que desde Setembro trabalham voluntariamente para que a Associação Algarve Jovem consiga vir a ser o “segundo recurso” para os estudantes que, “por cêntimos”, não conseguiram uma bolsa de estudos da Direcção-Geral de Ensino Superior (DGES).

“Temos conhecimento de vários alunos que não têm o que comer, inclusive estão a vender pertences, como roupa ou a bicicleta com que se deslocam desde a residência à unidade orgânica que frequentam para poderem manter-se na universidade”, relata o presidente da associação, empenhado em minimizar esta realidade na UAlg.

Apesar de não ser “tarefa fácil”, Miguel Oliveira garante que a associação “está a reunir todos os esforços possíveis” para ajudar um aluno nesta situação até ao final do ano. “Toda a gente sabe que é muito difícil conseguir fazer frente às despesas da universidade, principalmente ao pagamento de propinas”, lembra o mestrando em Direcção e Gestão Hoteleira.

A vontade de despender de tempo pessoal para ajudar um colega surgiu entre amigos, conscientes do esforço financeiro que, para muitas famílias, estudar no ensino superior implica.

O método é simples: Recorrer aos serviços de acção social e atribuir a ajuda ao primeiro aluno que ficou imediatamente atrás do último contemplado com uma bolsa da DGES. “Basicamente vamos, por uma questão de organização e credibilidade, recorrer às contas que já estão feitas por peritos e por pessoas que entendem dos serviços de acção social”, explica Miguel Oliveira.

O principal objectivo é, num prazo de três anos, conseguir ajudar, anualmente, seis estudantes. Apesar de continuar à procura dos primeiros apoios, a associação “está a crescer” e conta já com cerca de 40 sócios e a organização de um evento solidário no currículo.

“Toda a ajuda que poderemos vir a dar um dia também depende da ajuda que recebermos”

O jantar promovido pela associação na passada semana, em Faro, no qual participaram 36 pessoas, permitiu angariar 108 euros, a juntar ao montante que colmatará as dificuldades do primeiro estudante a beneficiar desta causa. “De momento temos cerca de 380 euros. Assim que chegarmos aos 500, atribuiremos imediatamente ao nosso colega”, assegura o presidente.

Da iniciativa resultou ainda a aquisição de três sócios, dispostos a ajudar com a quota mensal de 1 euro. “O nosso objectivo não é ter poucos sócios a pagar muito dinheiro por mês mas sim muitos sócios a pagarem muito pouco. Acho que 1 euro por mês não faz diferença a praticamente ninguém e desta forma muita gente poderá ajudar, porque acredito que muita gente tem vontade de ajudar mas não tem possibilidades”, diz Miguel Brito.

Quem quiser ajudar pode contactar a Associação Algarve Jovem através da sua página de Facebook ou do e-mail associacaoalgarvejovem@hotmail.com, ou contribuir com doações para o IBAN 50 0035 0205 0001 3275 0306 4.

(Com Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook