‘A Ocupação Romana no Território de Quarteira’ é tema de conferência

‘A Ocupação Romana no Território de Quarteira’ é tema de conferência

1014
PARTILHE
Conferência realiza-se na Galeria de Arte da Praça do Mar
Conferência realiza-se na Galeria de Arte da Praça do Mar

No âmbito das comemorações do centenário da freguesia de Quarteira, realiza-se esta quarta-feira, dia 7 de Dezembro, pelas 18 horas, na Galeria de Arte da Praça do Mar, o Ciclo “Nós ao Espelho”, com uma conferência apresentada por João Pedro Bernardes, subordinada ao tema “A Ocupação Romana no Território de Quarteira”.

“Começando por esclarecer a confusão que tradicionalmente resulta da associação de Quarteira a Carteia, cidade romana localizada na Andaluzia, apresenta-se um conjunto de sítios arqueológicos da época romana da actual freguesia de Quarteira. Destes, destacam-se, como sempre, os que estão ligados às actividades marítimas e à indústria de transformação de preparados piscícolas, ainda que os vestígios da indústria de tinturaria ou da exploração agropecuária estejam também presentes”, explica a autarquia louletana.

“Analisam-se 500 anos da presença romana no território de Quarteira, desde os primórdios da ocupação conhecida, a chegada do Cristianismo, até à queda político-administrativa do Império Romano”, continua.

João Pedro Pereira da Costa Bernardes é licenciado em História, Variante em Arqueologia pela Universidade de Coimbra, (1985), doutorado em História com especialização em Arqueologia pela mesma Universidade, (2002) e agregado em Arqueologia pela Universidade do Algarve, (2012).

Foi docente da Universidade dos Açores, entre 1992 e 1997, e na Universidade do Algarve, onde é professor associado com agregação e responsável pela leccionação de disciplinas em cursos de licenciatura e de mestrado nas áreas do Património Cultural e da Arqueologia.

Desde 2002 desempenhou, por várias vezes, o cargo de director de Curso da Licenciatura em Património Cultural e de Director do Departamento de História, Arqueologia e Património da Universidade do Algarve da qual foi ainda director do Departamento de Artes e Humanidades.

Tem dirigido campanhas de escavações arqueológicas, coordenado diversos projectos de investigação, alguns de âmbito internacional, e orientado várias dissertações de estudos pós-graduados.

Tem participado em dezenas de júris de provas de mestrado e de doutoramento em Universidades do país e do estrangeiro, tendo sido membro do painel de avaliação em História e Arqueologia de projectos de doutoramento e de pós-doutoramento candidatos a bolsas da Fundação para a Ciência e Tecnologia (2019 – 2012). Foi o responsável pela coordenação da secção de Património Arqueológico e Construído do último Plano Regional de Ordenamento do Território do Algarve, (PROTAL) e coordenou, em 2013/2014, um estudo sobre Património e Território encomendado pela Secretaria de Estado da Cultura do Governo Português, no âmbito do Plano do Quadro Estratégico Europeu, 2014 – 2020.

Tem cerca de noventa títulos publicados, entre livros, colaboração em obras colectivas e revistas científicas do país e do estrangeiro, (Espanha, França, Itália, Inglaterra, Estados Unidos), versando, sobretudo, temas da Arqueologia e de Património Cultural. É investigador principal do “Centro de Estudos em Arqueologia Artes e Ciências do Património” de que fazem parte as Universidades de Coimbra, do Algarve e o Campo Arqueológico de Mértola.

Facebook Comments

Comentários no Facebook