Castro Marim dá cor ao sal em presépio com 3.800 peças (com...

Castro Marim dá cor ao sal em presépio com 3.800 peças (com fotogaleria)

1390
PARTILHE

O presépio já conta com oito anos de existência mas a ligação do sal ao projecto tradicional de Castro Marim teve início apenas há três anos. Em 2015 apenas o brasão da Junta de Freguesia, responsável pela iniciativa, era todo feito em sal mas em 2016 o sal tornou-se no principal atractivo do presépio onde a o branco reinava numa clara alusão à neve.

Para continuar a fazer a diferença, como em todos os presépios feitos em Castro Marim, este ano a organização deu cor ao sal distinguindo-o novamente como ingrediente principal deste presépio composto por 3.800 peças, número que duplicou relativamente ao ano anterior e que Andrelino Pena, tesoureiro da Junta de Freguesia e responsável pelo presépio, garante ter ainda “pernas para andar, muito para inovar e algum espaço para crescer”.

Seis toneladas de sal colorido tornam Castro Marim o centro das atenções
Presepio do Sal (17)
Presépio foi construído num mês por seis pessoas

Seis toneladas de sal e um mês de trabalho levado a cabo por seis pessoas movidas pelo amor à terra fizeram crescer este presépio exposto na Casa do Sal, que até já foi um armazém de sal. A inspiração, diz Andrelino Pena, “vem do gosto pelo executar. Nós executamos um pormenor construtivo num dia e ficamos ansiosos para que o dia seguinte chegue para podermos então colocar em prática uma nova ideia que entretanto surgiu”.

O objectivo, disse ao POSTAL Manuel Esteves, presidente da Junta de Freguesia, é “dar visibilidade à actividade salineira e ao produto mais endógeno de Castro Marim que é o sal”. E esta é, de acordo com Filomena Sintra, vice-presidente da Câmara castro-marinense, “uma outra forma de valorizar este produto”. A Câmara local acredita que “esta parceria e esta acção na Casa do Sal vai orgulhar todos os castromarinenses e vai ter também uma enorme dimensão económica, cultural, social e religiosa”, refere a vice-presidente.

Reis Magos vão encerrar o presépio a 6 de Janeiro
Presepio do Sal (29)
Objectivo é promover Castro Marim e a actividade salineira

Comentários no Facebook