Remodelação do Canil Municipal de Silves vai proporcionar melhores condições aos animais

Remodelação do Canil Municipal de Silves vai proporcionar melhores condições aos animais

786
PARTILHE
canil
Obras devem estar concluídas até 31 de Maio de 2018

A renovação dos pavimentos das celas de alojamento e recobro, a aquisição de novos comedouros, bebedouros e estrados são algumas das obras que permitirão a modernização e requalificação do Canil Municipal de Silves (Centro de Recolha Oficial) e que se poderão realizar após a aprovação de uma candidatura apresentada à Direcção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV).

Esta candidatura, efectuada ao abrigo do previsto no Despacho Normativo n.º 16-A/2017, possibilitará que todos os custos até cinco mil euros sejam financiados, devendo as obras estar concluídas até 31 de Maio de 2018. É de realçar, ainda, que o Município de Silves foi o único do Algarve que viu aprovada a sua candidatura.

“Esta renovação do Canil Municipal tem vindo a ser realizada desde Outubro de 2016, tendo assumido a autarquia todos os custos das obras já realizadas, nomeadamente a construção de duas celas semicirculares para o alojamento de canídeos e de três boxes horizontais para o alojamento de gatos, destinadas ao isolamento e quarentena de animais suspeitos de raiva. Foram criadas, igualmente, mais boxes aproveitando-se um anexo existente, que comunica para um espaço também interior, que funciona como local de ‘lazer’ mais amplo, onde é possível que os gatos saltem, corram, subam e desçam”, explica a autarquia de Silves em comunicado de imprensa. “Foi, também, feita a separação física da área de acesso ao Gabinete Médico Veterinário da área do canil propriamente dito, de forma a possibilitar um acesso mais fácil e seguro dos canídeos recolhidos”, acrescenta.

Ainda com o intuito de melhorar os cuidados prestados aos animais e no âmbito da Lei 27/2016 de 23 de agosto, a Câmara Municipal de Silves, através do Gabinete Médico Veterinário, encontra-se “a finalizar o processo de adjudicação das esterilizações dos animais vadios ou errantes recolhidos na via pública ou outro local público, aos centros de atendimento médico veterinários do concelho que se candidataram a este procedimento”.

Comentários no Facebook