AAPACDM celebra o 50º aniversário com oferta de bolo aos parceiros

AAPACDM celebra o 50º aniversário com oferta de bolo aos parceiros

794
PARTILHE
Gabriela Simão, Directora Técnica do Centro de Actividades Ocupacionais, dirigiu-se ao POSTAL, na passada terça-feira, dia 17 de Julho, para oferecer um bolo de aniversário (Foto: Bernardo Frazão)
Gabriela Simão, Directora Técnica do Centro de Actividades Ocupacionais, dirigiu-se ao POSTAL, na passada terça-feira, dia 17 de Julho, para oferecer um bolo de aniversário (Foto: Bernardo Frazão)

A Associação Algarvia de Pais e Amigos de Crianças Diminuídas Mentais (AAPACDM) comemora, no dia 18 de Novembro, 50 anos. Para celebrar a data, a instituição tem vindo a oferecer bolo de aniversário a cada um dos seus parceiros, nomeadamente ao Jornal POSTAL, de maneira a apagarem as 50 velas em conjunto.

A par disso, a AAPACDM, ao longo do presente ano, apresenta diversos eventos, de forma a celebrar a data. No mês passado, em Junho a associação apresentou um arraial na Rua do Compromisso, local da sua sede, em Faro. Para Setembro está planeado um jantar de angariação de fundos e para Outubro um seminário. Já em Novembro, dia 17, realiza-se o jantar de aniversário da associação, com o soprar das velas à meia noite em ponto. Ainda no mesmo mês, dia 23, o Teatro das Figuras, em Faro, recebe a Gala da AAPACDM, com actuações musicais, de teatro e gímnicas dos jovens e crianças da associação.

Também é de esperar uma exposição de fotografias, que ainda não tem data, nem local definido, mas que Sandra Gonçalves, directora de serviços, garante que está para breve.

Já no dia 3 de Dezembro, para se celebrar o Dia Internacional da Deficiência, a associação apresentará uma exposição de quadros pintados pelos jovens e crianças.

Para Sandra Gonçalves, as aspirações para o futuro passam por se conseguirem novas instalações, essenciais para o crescimento da associação. “No local em que estamos, apesar de termos muitas ideais, não as conseguimos deixar florescer”, afirma a directora ao POSTAL. Neste sentido, a AAPACDM já enviou uma candidatura para concurso público para a construção de um lar residencial, bem como de um Centro de Actividades Ocupacional.

Ainda segundo a mesma, o objectivo é “continuar a desenvolver um trabalho de qualidade”.

Questionada sobre a importância da associação para o Algarve, Sandra Gonçalves declara que esta “é uma entidade que responde a um problema da sociedade e que, diariamente dá condições para uma melhor qualidade de vida de cerca de 100 jovens e crianças”.

(Maria Simiris / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook