Bienal de Turismo de Natureza arranca esta sexta-feira sob o mote da...

Bienal de Turismo de Natureza arranca esta sexta-feira sob o mote da “Sustentabilidade”

451
PARTILHE
Todos os stands foram construídos a partir de caixas de cartão que serão posteriormente recolhidas pela Algar (Fotos: D.R.)

“Sustentabilidade” vai ser o mote para a segunda edição da Bienal de Turismo de Natureza (BTN’19) que se inicia amanhã, sexta-feira, e vai decorrer até domingo, dia 24, em Aljezur. A abertura oficial, marcada para as 18:30 desta sexta-feira, estará a cargo do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas.

O evento, organizado pela Vicentina – Associação para o Desenvolvimento do Sudoeste, vai juntar durante três dias profissionais do turismo, empresários, decisores, entidades certificadoras e investigadores em torno do setor, e visa lançar a Sustentabilidade como ponto de reflexão para o desenvolvimento do território nos próximos anos.

“Não restam dúvidas quanto à necessidade de valorizar os recursos naturais e patrimoniais da região incorporando princípios de sustentabilidade social, económica e ambiental”, considera a Vicentina.

Também José Gonçalves, presidente do Município anfitrião do evento, sublinha “a importância da BTN’19 porque desde sempre o Turismo de Natureza tem sido de grande importância para Aljezur, uma vez que a Natureza é de facto a grande mais valia do concelho”.

O autarca alerta, no entanto, que o evento deve servir para “chamar a atenção dos decisores que têm competências nestas áreas, porque o Turismo de Natureza pode ser um produto de excelência e tem oportunidades muito interessantes, não só em Aljezur, mas em toda a região, mas tem também muitos riscos associados”. Por isso, aponta, “discutir os desafios que se nos vão colocar e tentar afinar uma estratégia sólida e concreta para abordar o futuro”.

Evento vai contar com oradores de excelência

Nesse sentido, a BTN’19 vai contar com um lote de oradores de excelência ligados às principais ferramentas de certificação ou de galardões e boas práticas para o desenvolvimento sustentável. Luigi Cabrini, presidente do Conselho de Administração do Global Sustainable Tourism Council e ex-director do Programa de Turismo Sustentável da Organização Mundial de Turismo, Fátima Vieira, coordenadora da Green Key, ou Paulo Castro, da Carta Europeia de Turismo Sustentável do Europarc, são presenças confirmadas nos debates.

Evento chama a atenção para as potencialidades do Turismo da Natureza

Presentes estarão também Ana Garcia, presidente da Accessible Portugal, António Carlos Duarte, coordenador do Geoparque Arouca, Catarina Gonçalves, coordenadora nacional do Programa Bandeira Azul da Associação Bandeira Azul da Europa, ou Patrícia Araújo, CEO da Biosphera Portugal, que se encontra a trabalhar na certificação da região do Alentejo.

Além destes oradores, estarão presentes nas mesas redondas que vão decorrer esta sexta-feira vários decisores regionais e nacionais. No encerramento do ciclo de debates, Sérgio Guerreiro, director Coordenador de Gestão do Conhecimento do Turismo de Portugal, e uma mensagem transmitida pela secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, vão anteceder a abertura oficial do evento.

Ao longo dos três dias decorrerão mais de 50 oficinas do conhecimento

Neste momento, além do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural, Miguel Freitas, vão estar presentes Aura Fraga, presidente da direcção da Vicentina, Fátima Catarina, vice-presidente da Região de Turismo do Algarve, Paulo Águas, reitor da Universidade do Algarve, Pedro Valadas Monteiro, director regional de Agricultura e Pescas, Francisco Serra, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, Jorge Botelho, presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) e José Gonçalves, presidente da Câmara de Aljezur.

Simultaneamente, vão decorrer ao longo dos três dias mais de 50 Oficinas do Conhecimento (mediante inscrição) apoiadas por mentores de instituições como a Universidade do Algarve, o Turismo de Portugal, a Rota Vicentina, a Almargem ou empreendedores ligados à dinâmica turística da região.

A sustentabilidade estende-se também o formato inovador da feira instalada no Espaço Multiusos de Aljezur. Todos os stands foram construídos a partir de caixas de cartão que serão posteriormente recolhidas pela Algar para reciclagem. Por outro lado, também a gestão de resíduos cumprirá as normas de adesão a ECO Evento.

A realização da BTN’19, que vai decorrer entre as 9:30 e as 23 horas dos dias 22 e 23, e entre as 9:30 e as 22 horas de dia 24, é possível pelo co-financiamento CRESC Algarve e do Município de Aljezur e através das parcerias com Municípios, Região de Turismo do Algarve, In Loco, Terras do Baixo Guadiana, Almargem, Rota Vicentina, entre outras entidades.

Para conhecer o programa basta clicar AQUI.

Facebook Comments

Comentários no Facebook