25 de Abril: o dia em que a liberdade venceu

25 de Abril: o dia em que a liberdade venceu

1265
PARTILHE
- PUB -
A Revolução de Abril ficou conhecida como a Revolução dos Cravos (Foto: D.R.)

25 de Abril de 1974. Uma data que ficará para sempre na memória do povo português. Os acontecimentos deste dia marcaram de forma decisiva a história do século XX em Portugal. Esta data assinala a passagem de um regime ditatorial, do Estado Novo, para um regime democrático.

No dia 24 de Abril um grupo de militares liderado por Otelo Saraiva de Carvalho começou a preparar a revolução. Perto das 23 horas foi transmitida na rádio a canção “E depois do Adeus”, de Paulo de Carvalho. Este era um dos sinais combinados pelos responsáveis da revolução que desencadeou a primeira fase do golpe de estado. O segundo sinal foi dado perto da meia-noite e meia com a transmissão da canção “Grândola, Vila Morena”, de Zeca Afonso, que marcou o início efetivo das operações. Os Capitães de Abril tinham como principal objetivo derrubar o regime salazarista.

No dia 25 de Abril a população juntou-se aos militares, numa revolução pacífica, onde não existiu derramamento de sangue.

Ao longo da revolução uma vendedora de flores começou a distribuir cravos e os soldados colocaram-nos nos canos das espingardas. A partir desse momento, os cravos tornaram-se o símbolo da Revolução de Abril.

A partir desta data tudo mudou. Os ideais, formas de estar, sentir e comunicar alteraram-se profundamente. A liberdade de expressão e de ação venceu.

O dia 25 de Abril representa, portanto, um marco histórico inegável. Assim, a data é comemorada todos os anos com diversas atividades alusivas a este acontecimento.

Portimão vai realizar várias atividades com especial destaque para a XV Corrida da Liberdade no dia 25 de Abril, das 9 às 13 horas, na Zona Ribeirinha de Portimão.

A Câmara Municipal de Albufeira volta a assinalar as Comemorações do 25 de Abril com um programa, que esteano tem a duração de três dias (24, 25 e 26). Hastear das bandeiras em todas as freguesias do concelho, desporto, música, piquenique com animação para toda a família, largada de pombos, tarde dançante e uma tertúlia sobre a “Ditadura e a Revolução”, por Margarida Tengarrinha, são as propostas do Município para recordar o Dia da Liberdade.

(Stefanie Palma / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook