Algar reforça atividades a pensar no Verão

Algar reforça atividades a pensar no Verão [fotogaleria]

287
PARTILHE

A Algar, que gere o Sistema Multimunicipal de Valorização e Tratamento de Resíduos Urbanos dos 16 municípios do Algarve está a preparar medidas de reforço a  pensar já na elevada afluência turística à região, sobretudo durante as grandes férias escolares. Uma vez que a população quase que triplica o total de residentes nesses períodos, provocando um aumento na produção de resíduos.

“O objetivo é responder de forma eficaz à elevada produção de embalagens que se espera e preparar os meios operacionais que serão necessários, já a pensar no Verão, de modo a melhorar a qualidade do serviço disponibilizado à população”, explica a Algar em comunicado de imprensa.

Para fazer face ao elevado crescimento de resíduos de embalagens nas suas instalações, distribuídas por toda a região, a ALGAR anunciou algumas medidas como a contratação de mão-de-obra temporária para reforço da Atividade de Recolha Seletiva, 11 motoristas e 30 auxiliares; a aquisição de sete novas viaturas para a Recolha Seletiva de ecopontos, o que permitiu aumentar em 32% a capacidade da frota; a contratação de mão-de-obra temporária para suporte à Atividade de Triagem, 24 operadores; a contratação de chefe de equipa para a Unidade de Triagem do Sotavento.

Entre Maio e Outubro a Algar vai reforçar a recolha de ecopontos e de envolventes, recorrendo a prestadores de serviços externos; haverá também um aumento do número de ecopontos em 2019, com a instalação de mais de 350 novos equipamentos. Brevemente ficarão disponíveis mais de 3.900 ecopontos em toda a região do Algarve (12.800 contentores). O objetivo é garantir o rácio de um ecoponto por cada 126 habitantes.

Algar conta com a colaboração dos municípios

De salientar que para além dos ecopontos distribuídos pelos 16 concelhos, estão disponíveis, para toda a população, 13 Ecocentros com capacidade para a receção de grandes quantidades de resíduos de embalagens recicláveis e de maior dimensão (três em Loulé, dois em Albufeira e em Portimão, um em Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Lagos, Tavira e Vila do Bispo).

A empresa investe ainda na recolha seletiva dos resíduos provenientes do comércio e serviços, no âmbito do seu projeto “Algarlinha” (informações 800 203 251), através da contratação de apoio operacional externo, que incluiu equipas e viaturas de recolha. Esta prestação de serviço abrange a recolha diretamente nos estabelecimentos comerciais aderentes e a recolha de envolventes nos ecopontos.

A Algar conta com a colaboração dos municípios para o controlo e fiscalização da deposição incorreta dos resíduos nos ecopontos, bem como, para sensibilizar a população no cumprimento de boas práticas, essenciais à atividade da recolha seletiva, nomeadamente, alertar, impedir o estacionamento junto dos ecopontos que inviabiliza a sua recolha pelas viaturas da Algar, com os consequentes problemas ambientais.

A Algar acredita numa “política de portas abertas, pelo que está disponível para receber regularmente visitas da população às suas Unidades de Triagem, onde é possível observar de perto a receção, o manuseamento e todo o trabalho de processamento dos resíduos que são recolhidos nos ecopontos”.

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook