Já te lembras, agora?

Já te lembras, agora?

1012
PARTILHE

 

 

A OPINIÃO de ANA AMORIM DIAS
Escritora
www.anaamorimdias.blogspot.com
anamorimdias@gmail.com

Quando é que nos esquecemos do importante? Com que idade? Em que dia, em que momento?

Mais: porque é que nos esquecemos? Se é importante não devia sair tão levianamente do lugar cimeiro das nossas prioridades…

Seremos assim tão tolos ao ponto de deixar que a sequência dos dias nos roube a perspetiva?

Não estás a ver do que é que estou a falar, pois não?

Já não fazes a mínima ideia…

Falo do importante!! Como podes não te lembrar? Também tu deixaste que a correria dos dias te saqueasse o sabor dos momentos?

O importante!! Pergunta-te o que é importante para ti!

Não deixes que seja eu a dizer-te que o importante é a gargalhada sonora do teu filho quando decides dar-lhe a tua inteira atenção. Não deixes que seja a impossibilidade a ditar o quão importante era aquele abraço à tua mãe, ou o olhar orgulhoso e feliz do teu pai quando aparecias de surpresa.

O importante é estares-te a lixar para o socialmente correto e falares com desconhecidos na fila do supermercado e é deixares que a chuva te molhe de vez em quando.

Não devia ser eu a dizer-te; devia ser o instinto, não achas?

Devia ser o ímpeto da tua constante certeza a guiar-te as sensações.

Afinal o que é que é mais importante? Essa correria sofrida por seres a pessoa perfeita em tantos campos diferentes? Ou a perceção de que a perfeição está em seres imperfeito e em conseguires parar tudo para fazeres simplesmente o que te apetece?

Já te lembras, agora? É importante…

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook