Loulé celebra 1º de Maio com encontro de cabo-verdianos e inauguração de...

Loulé celebra 1º de Maio com encontro de cabo-verdianos e inauguração de escultura

511
PARTILHE
Loulé homenageia os africanos e a meia centena de comunidades migrantes residentes no concelho (Foto: D.R.)

A cidade de Loulé acolhe na próxima quarta-feira, 1 de Maio, Dia do Trabalhador, mais um encontro de cabo-verdianos e seus amigos, momento de reunião e convívio entre os migrantes residentes neste concelho mas também de exaltação da cultura de África.

No ano em que este evento celebra 25 anos de existência – Bodas de Prata, o Município de Loulé associa-se mais uma vez às comemorações para homenagear não só os africanos mas também a meia centena de comunidades migrantes residentes no maior município algarvio que, no seu dia-a-dia, contribuem para o desenvolvimento deste território.

Assim, a festa arranca pelas 11 horas, com a tradicional missa no Santuário da Mãe Soberana, onde estarão representadas as várias comunidades que, neste momento, fazem questão de prestar homenagem à Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Loulé.

Comunidades prestam homenagem à Nossa Senhora da Piedade, Padroeira de Loulé

Às 12:30, acontece um dos momentos altos do dia: a inauguração da escultura “Ponto de Encontro”, na rotunda junto à Urbanização das Romeirinhas, Avenida Laginha Serafim. Da autoria do artista Paulo Neves, este trabalho escultórico pretende transmitir precisamente a diversidade de povos e culturas que o concelho de Loulé acolhe e que refletem uma sociedade humanista e integradora, marcada pelos valores da tolerância e do respeito pelo outro, independentemente da etnia, cor, credo ou religião.

Depois, a partir das 13 horas, a festa faz-se no Salão de Festas de Loulé, com muita música e artes que expressam bem toda a riqueza cultural africana. Em destaque vai estar também a típica gastronomia como a cachupa ou os doces cabo-verdianos. A animação musical estará a cargo do artista Zé Espanhol que trará as sonoridades quentes de Cabo Verde.

Desde 1994, a comunidade cabo-verdiana, uma das mais numerosas e dinâmicas do Município de Loulé, realiza esta festa, em estreita colaboração com a Igreja Católica e com o apoio da Câmara de Loulé.

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook