Duas detenções. Sede das Finanças alvo de buscas da PJ

Duas detenções. Sede das Finanças alvo de buscas da PJ

513
PARTILHE
A PJ deteve o advogado António Taveira e uma alta funcionária do fisco, suspeita de vender informações privilegiadas àquele jurista (Foto D.R.)

A sede da Autoridade Tributária em Lisboa está a ser alvo de buscas, avança a TVI24.

A estação de Queluz adianta ainda que já terão sido detidas duas pessoas: uma alta funcionária das Finanças e o advogado António Taveira. Em causa estão crimes de corrupção e branqueamento de capitais.

De acordo com a investigação, a funcionária estaria a transmitir informações confidenciais ao advogado. Com essas informações o advogado conseguia antecipar os casos que tinha contra o Estado, saindo vitorioso no final. O Estado ficou lesado em vários milhões de euros em impostos, depois de ter perdido em vários processos.

Em comunicado a PJ revelou que “através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção – UNCC, em estreita articulação com a Autoridade Tributária e em inquérito titulado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal – DIAP, desencadeou uma operação, que visa a detenção de suspeitos da autoria dos crimes de corrupção ativa e corrupção passiva para ato ilícito, falsidade informática e violação de segredo de funcionário e a consequente recolha de prova”.

Segundo a autoridade foram feitas cerca de 13 buscas domiciliárias e não domiciliárias em Lisboa, Mafra, Coruche, Alcochete, Vendas Novas e Montijo.

Facebook Comments

Comentários no Facebook