Estudantes de VRSA apresentam no Porto projetos de ciência e investigação

Estudantes de VRSA apresentam no Porto projetos de ciência e investigação

519
PARTILHE
A Mostra Nacional de Ciência realiza-se de 30 de Maio a 1 de Junho (Foto D.R.)

A Fundação da Juventude vai reunir na 13ª Mostra Nacional de Ciência os melhores 97 projetos, os quais envolvem 247 jovens cientistas, de 43 instituições de ensino. Quatro dos projectos serão apresentados por jovens de Vila Real de Santo António, todos pertencem à área de Ciências Sociais.

Aberta ao público em geral e com acesso livre e gratuito, a Mostra Nacional de Ciência realiza-se de 30 de Maio a 1 de Junho, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, numa coorganização da Fundação da Juventude, da Ciência Viva e do Município do Porto

Os vila-realenses Bárbara Lopes Pereira e Miguel Lança vão apresentar o projeto “A importância da floresta autóctone na prevenção dos incêndios”; Rute Correia e Luana Matias expõem a «Análise da problemática dos resíduos em VRSA. A separação ambiental efetuada nas escolas da cidade”. Diogo Nunes e Simão Domingues apresentam o projeto “Todos pelo Ambiente – A Problemática dos Plásticos”. Todos contam com a coordenação de Paulo Silva. Por seu turno, Diana Serrano e Márcia Ferreira levam ao Porto o projeto “Eutánasia – O Novo Problema no Mundo”, que foi coordenado por Luís Miguel Neves.

De âmbito nacional, o Concurso de Jovens Cientistas, que vai já na sua 27 edição, pretende promover a realização de projetos científicos inovadores nas escolas, incentivar o empreendedorismo qualificado e favorecer o aproveitamento económico do conhecimento científico e tecnológico. Para Carla Mouro, presidente executiva da Fundação da Juventude “o desenvolvimento e a inovação científica devem começar nas escolas e é nosso dever apoiar os nossos jovens”.

Bioeconomia, Biologia, Ciências da Terra, Ciências do Ambiente, Ciências Médicas, Ciências Sociais, Engenharias, Física, Informática e Ciências da Computação, Matemática e Química são as categorias dos 97 melhores projetos que este ano foram submetidas ao concurso e que vão estar em destaque na 13ª Mostra Nacional de Ciência que se realiza de 30 de maio a 1 de junho no Centro de Congressos da Alfândega, no Porto, numa coorganização da Fundação da Juventude, da Ciência Viva e do Município do Porto.

 A Mostra Nacional de Ciência é considerada uma das maiores a nível europeu. Os 247 jovens coordenados por 67 professores participantes concorrem a um valor global de 50.000 euros em prémios, distribuídos entre prémios monetários (10.000 euros) e participações internacionais (40.000 euros).

A avaliação e a seleção dos trabalhos, cabe a um júri coordenado pela Ciência Viva, o qual integra professores, investigadores e personalidades de reconhecido mérito das diferentes áreas científicas envolvidas. Os projetos selecionados para a 13ª Mostra Nacional de Ciência, que decorre de 30 de Maio a 1 de Junho, no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, podem ser consultados aqui.

Com entrada livre, a Mostra Nacional de Ciência está aberta ao público nos seguintes horários: dia 30 de Maio, 16 às 18 horas. Dia 31 de maio: 10 às 17:30. Dia 1 de Junho: 10 às 15 horas.

A 27ª edição do Concurso para Jovens Cientistas e a 13ª Mostra Nacional de Ciência, integram o Projeto Gera Talentos, um programa estruturante de apoio ao empreendedorismo qualificado e criativo, promovido pela Fundação da Juventude, que visa fomentar, reconhecer, distinguir e premiar a inovação, a criatividade e o talento dos jovens cientistas e empreendedores.

O Projeto Gera Talentos é uma iniciativa promovida pela Fundação da Juventude, financiada pelo Portugal 2020, no âmbito do COMPETE 2020 (Programa Operacional da Competitividade e Internacionalização 2014-2020).

(CM)

Facebook Comments

Comentários no Facebook