Gente que não sabe estar festeja com vandalismo. Vídeovigilância, precisa-se!

Gente que não sabe estar festeja com vandalismo. Vídeovigilância, precisa-se!

1133
PARTILHE
São muitas as opiniões que se manifestam a favor da vídeovigilância nas ruas de Olhão como forma de acabar com a sentida impunidade (Foto D.R.)

Um pouco por todo o lado, os festejos do regresso do título para o Benfica foram comemorados por adeptos e simpatizantes do clube.

Infelizmente, continua a ser recorrente alguns não saberem festejar, mas apenas destruir, vandalizar ou mesmo provocar desacatos.

Na cidade de Olhão, que não foi excepção, não é difícil encontrar algumas imagens de rua que registam atos de vandalismo partilhadas com indignação nas redes sociais.

E são muitas as opiniões que se manifestam a favor da vídeovigilância nas ruas de Olhão como forma de acabar com a sentida e revoltosa impunidade de “gente que não sabe estar”.

Um vidro espetou-se na sua perna causando um ferimento profundo porque alguém “lembrou-se de partir garrafas onde estávamos” (Foto D.R.)

Um dos vários desabafos, é exemplificativo de gente com má formação, que não se sabe comportar: “Assim como eu, que estava a festejar e algum ‘ranhxxx’ lembrou-se de partir garrafas onde estávamos”. Resultado: um vidro espetou-se na sua perna [ver foto] causando um ferimento profundo. Diz o mesmo que “eu sinceramente, bebo e ando a noite toda, se for preciso, a rir e a divertir-me, [mas] outros dá para fazerem m…… Epá, não bebam, fiquem em casa”.

Ainda referentes aos desabafos de olhanenses, um de muitos do género, afirma que “é triste e infelizmente, enquanto existirem mentalidades desde género, é muito complicado ter algo preservado na nossa santa terrinha. Pode ser que com o sistema de vídeovigilância, essas ‘alminhas’ pensem duas vezes antes de fazer m..…”

Facebook Comments

Comentários no Facebook