Ya Gelados: um conceito inovador na arte de fazer gelados artesanais

Ya Gelados: um conceito inovador na arte de fazer gelados artesanais

468
PARTILHE

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Da confeção até à embalagem, os gelados são feitos um a um. O processo é todo artesanal. Cada pedaço de fruta é cuidadosamente selecionado, cortado e lavado. Quanto aos gelados cremosos e recheados é tudo feito igualmente a olho nu, existindo a necessidade de perceber o timing correto de congelamento. Toda a produção dos gelados é feita sem o auxílio de máquinas”. Quem o diz é Marcus Bahia, criador do projeto.

A Ya Gelados aposta na produção de gelados frutados, cremosos e recheados que prometem fazer as delícias de todos os algarvios durante este verão.

Marcus Bahia explicou ao POSTAL como surgiu a ideia: “eu fui ao Brasil há dois anos e vi que existia uma febre muito grande relativamente às paletas mexicanas, que foi uma adaptação do Picolé, tendo constatado que estavam a criar novos sabores, novas formas de gelado, tais como, os recheados e os cremosos. Achei bastante curioso porque antes os gelados eram totalmente feitos à base de fruta e leite”.

“Durante essa visita apercebi-me de que existia uma febre de vendas relativamente a estes produtos e decidi trazê-los para o Algarve. Tinha um amigo que era formado em educação física e largou tudo para abrir uma fábrica de gelados e tentei informar-me junto dele acerca das máquinas, modos de produção e concepção dos produtos”.

Segundo o mesmo, a Ya Gelados diferencia-se por ter como ponto de partida o melhor de Portugal, passando por uma experiência Sul-americana com tendências europeias.

Alex Philipp é sócio de Marcos e abraçou o projeto em janeiro deste ano. Ao POSTAL disse que “comprei parte da sociedade de um sócio que saiu da Ya e estou atualmente também a gerir o Paradise Vilamoura” salientando que “fomos o melhor cliente da Ya e, como tal, achei que era uma boa ideia apostar na área dos gelados”.

A Ya tem atualmente vários parceiros, tais como o Thai Beach, o Spot Pub Vilamoura, o Coral Beach, o Gelato Station, o Bistro ou o Bar das Coleguinhas. Existe ainda a possibilidade de uma colaboração com a CaipiBrasil na feira de Quarteira, que se realiza durante quatro meses na cidade.

No primeiro ano da empresa, a Ya Gelados tinha apenas um ponto de venda mas fazia alguns eventos exteriores. No ano passado, os números subiram para 17 pontos de venda.

Gelados da YA apresentam características que os distinguem dos outros

Os Gelados da YA apresentam características inovadoras. Os embaixadores da marca mencionam algumas delas. Para Marcus Bahia, “o que distingue este gelados daqueles que já existem é primeiramente a qualidade do produto, pois é um produto 100% artesanal” sendo que “os gelados de fruta são totalmente à base de frutas, sem adição de corantes ou conservantes”. O criador do projeto garante ainda que “quem prova não consegue comer só um gelado e que acaba mesmo por experimentar os outros sabores”.

Por sua vez, Alex Philipp salienta que “pretendemos criar algo único e inovar na forma de fazer gelados” mencionando que “no futuro gostávamos de alargar o negócio não só ao território nacional como também ao estrangeiro”.

“Queremos que um dia, quando as pessoas se lembrarem deste tipo de gelado artesanal – paleta mexicana – se lembrem dos nomes de Alex e Marcus”, confessam de sorriso nos lábios.

Ya gelados já está em vários locais no Algarve

A Ya Gelados tem atualmente vários pontos de venda no Algarve e dois pontos em Lisboa. A marca aposta na produção de gelados frutados com os sabores de morango, melancia, ananás, laranja e manga.

Quanto aos gelados artesanais recheados, existem vários sabores, tais como o côco/brigadeiro, morango com leite condensado, leite com nutella – à base de leite. Por fim, existem os gelados cremosos de oreo, iogurte com frutos vermelhos e amendoim à base de leite.

Segundo o mentor do projeto, “os gelados de fruta são aqueles que dão mais trabalho a fazer porque o gelado passa por vários procedimentos até à congelação”.

A Ya Gelados produz atualmente cerca de 600 gelados frutados e aproximadamente 800 a 1000 cremosos e recheados por dia.

Os rostos do projeto YA Gelados têm uma preocupação acrescida com os ingredientes que utilizam na confecção dos gelados. “Consideramos que os gelados de fruta podem ser direcionados para as pessoas do ginásio, pois são gelados mais naturais e menos calóricos e podem mesmo ser consumidos por diabéticos porque são gelados mais lights”.

Alex Philipp refere que “temos duas máquinas de ultracongelação que congelam em cinco minutos e atingem temperaturas na ordem dos  menos 24/30 graus para uma correta e rápida congelação”.

Ya Gelados apresenta 12 sabores

Em termos de sabores, existem 12 gelados diferentes. Marcus Bahia refere que “podemos brincar com inúmeras coisas; podemos fazer gelado com cheesecake, gelados de queijo e goiabada, gelados de pastel de nata” acrescentando que “futuramente queremos abrir uma loja física para sermos mais conhecidos e, aí sim, podermos ter 30 a 40 sabores diferentes”.

Quanto ao nome da marca, Marcus explicou ao POSTAL que a ideia surgiu quando “estava a ver uma reportagem de uma hamburgueria de um senhor que ia muito à Jamaica e que meteu o nome de ‘Ya, Man’. Pensei que era uma ideia bastante interessante porque aqui utilizamos muito esta expressão e, como tal, é de fácil lembrança e de fácil captação, tanto para os adultos como para as crianças”.

Já Alex Philipp acrescenta que “é um nome bastante interessante e que nos proporciona bons temas para a área do marketing”, mencionando que “o Marcus é brasileiro e eu sou um português nascido na Alemanha e a expressão “Ya” sempre fez parte da minha vida. É um nome curto, simples e bastante apelativo”.

Ya Gelados vendeu mais de 15 mil unidades no ano passado

No ano passado, a Ya Gelados vendeu mais de 15 mil unidades e o objetivo deste verão passa por vender o triplo, entre 50 e 60 mil gelados.

Os rostos da marca explicaram ao POSTAL que “os gelados de fruta tem o valor de 2 euros e os recheados e cremosos de 2,5 euros, oferecendo margens de lucro acima da média face à concorrência. Consideramos que não são caros, tendo em conta toda a originalidade da confecção artesanal que lhe é inerente” reforçando que “o gelado industrial é completamente diferente”.

Marcus foi o criador do projeto e dedica-se mais à parte operacional de produção dos gelados. Por sua vez, Alex Philipp dedica-se mais às questões da gestão administrativa do projeto e marketing com o apoio de Pedro Cipriano e da Creative Dreams.

Gelado de côco com brigadeiro é o best seller de vendas

O YA Gelados tem um vasto leque de clientes, conseguindo atrair adultos e crianças de igual forma. O best seller de vendas é o gelado de côco com brigadeiro.

Segundo Marcus Bahia, “o gelado de melancia é muito bonito e quando o provei achei que não ia despertar muito interesse, mas hoje é o gelado que as crianças mais consomem, provavelmente por causa do lado estético associado ao mesmo”.

Gelados de fruta não têm adição de leite, componentes de origem animal ou glúten

No que concerne aos gelados de fruta, Marcus referiu que tenta dar sempre uma imagem da própria fruta no gelado. “Ao morder os gelados, a fruta tem de estar perfeitamente difundida ao longo do produto” sublinhando que “os gelados de fruta não têm adição de leite, nada de origem de animal e são isentos de glúten”.

Alex Philipp explicou ao POSTAL que “senti que existia uma lacuna na parte do marketing. Eu sempre estive habituado a ‘criar bebés para fazê-los crescer’ e vi que existia a necessidade de apostar no marketing para dar a conhecer a YA. Por exemplo, tive dois clientes recentemente que ouviram falar da empresa na internet”.

A Ya Gelados está presente oficialmente no facebook e instagram e pretende “estar cada vez mais próxima de todos os clientes”.

Os responsáveis disseram ao POSTAL que “gostávamos que os nossos clientes associassem as palavras irresistível, natural, humildade, esforço e dedicação aos gelados da Ya. Que entendessem que por trás do gelado está um trabalho bastante exigente. Tudo preparado artesanalmente”.

Alex Philipp fala ainda com especial apreço do Paradise Vilamoura “Este ano queremos que este espaço tenha um conceito de pool, grill, lounge, relax, amigos e música” adiantando que “futuramente, na hora de almoço e jantar, vamos criar uma linha de buffet à entrada onde estará sempre carne a sair. Em conjunto com estas atividades, existirá um DJ a tocar, acompanhado por um saxofone e o objetivo será fazer uma viagem pelas músicas dos anos 70, 80 e 90”.

Para obter mais informações sobre a YA Gelados contacte: info@yagelados.com

(Stefanie Palma / Henrique Dias Freire)

Facebook Comments

Comentários no Facebook